Bolsonaro diz em pronunciamento que Brasil é referência no combate à Covid

Presidente também disse que não faltaram recursos e equipamentos, e falou sobre manutenção da vida e do emprego

Brasília

No momento em que sua gestão é criticada por morosidade na aquisição de vacinas contra a Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que as ações do governo brasileiro durante a pandemia são referência para outros países e que não faltaram recursos e equipamentos.

Bolsonaro fez um pronunciamento em rede de rádio e televisão na noite desta quinta-feira (24). Durante sua fala, houve panelaços intensos em algumas capitais, como Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.

O presidente listou algumas ações de sua gestão para a manutenção da vida e do emprego, repetindo um discurso feito ao longo de toda a pandemia, de que é preciso resguardar a economia e por isso ações de distanciamento social devem ser evitadas.

Disse mais uma vez que saúde e economia caminham juntas, lado a lado.

O presidente, de gravata e sem paletó, ao lado da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, com uma roupa clara, sem mangas; na imagem também está presente um tradutor de libras
Pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na véspera de Natal, quinta-feira (24) - Reprodução

Bolsonaro citou o programa de auxílio emergencial e de microcrédito para pequenas empresas atingidas pela pandemia do novo coronavírus.

“Na saúde, não faltaram recursos e equipamentos para todos os estados e municípios no combate ao coronavírus, dentre outras ações”, disse o presidente.

“Essas ações têm ajudado nosso Brasil a seguir rumo ao progresso e ao desenvolvimento; sendo, inclusive, referência para outras nações”, completou.

Ao contrário de discursos anteriores, o presidente manifestou grande pesar pelas vítimas do novo coronavírus e pelos familiares. Bolsonaro já chegou a falar que a Covid-19 era uma "gripezinha".

"Nessa ocasião [Natal], solidarizo-me, particularmente, com as famílias que perderam seus entes queridos neste ano. Externo meus sentimentos, pedindo a Deus que conforte os corações de todos", disse o presidente.

A primeira dama também participou do pronunciamento. Adotando um tom extremamente religioso, Michelle Bolsonaro falou sobre a pandemia do novo coronavírus e afirmou que Deus nos presenteou com “nobres missões e ações”.

A pandemia do novo coronavírus já deixou mais de 190 mil mortos no Brasil.

“Há um ano estávamos planejando nossas ações para 2020. Porém, nossos planos foram interrompidos por uma pandemia. E Deus, em sua grandeza e ternura, nos encorajou e nos presenteou com nobres missões e ações”, disse a primeira-dama.

“O momento é oportuno para dizer: Gratidão! Gratidão a Deus e a todos que nos ajudaram nessa caminhada. Agora, chegou o Natal, momento que nos leva a refletir sobre nossas atitudes. Sempre confiando em Deus e fazendo a nossa parte”, completou.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.