EUA registram mais de 3.000 mortes e mais de 220 mil casos de Covid-19 em um único dia

Autoridades já esperavam aumento de óbitos após o feriado de Ação de Graças

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

AFP

Os Estados Unidos registraram, nesta quarta-feira (9), pouco mais de 3.000 mortes pela Covid-19, segundo a ferramenta da Universidade Johns Hopkins que monitora a pandemia.

Além disso, o país também registrou, em 24 horas, mais de 220 mil casos de Covid-19. Ambas as cifras são próximas dos recordes alcançados nos EUA.

As autoridades americanas já esperavam um aumento de mortes e de casos do novo coronavírus após as viagens que milhões de americanos fizeram, apesar de pedidos de cautela e de evitar deslocamentos, para comemorar o Dia de Ação de Graças, um dos feriados mais tradicionais do país.

Apesar de números já elevados anteriormente, os EUA ainda lutam para implementar um dos principais pontos de prevenção contra a Covid-19, as máscaras faciais.

Na última semana, o CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, na sigla em inglês) orientou pela primeira vez o "uso universal de máscaras" quando a pessoa não estiver em casa. Enquanto isso, o presidente eleito, Joe Biden, disse que vai pedir em seu discurso de posse, em 20 de janeiro, que os americanos usem máscaras pelos próximos cem dias.

Os regramentos sobre uso de máscaras nos EUA variam de estado para estado.

Há preocupações semelhantes com a situação do Brasil, que vem registrando altas de mortes e casos e vê se aproximar as festas de fim de ano, ao mesmo tempo em que a população afrouxa medidas de distanciamento e cuidados preventivos.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.