Descrição de chapéu Coronavírus

Avanço de casos faz governo de SP colocar Marília na fase vermelha e outras sete regiões na laranja

Outros 43 municípios estão em alerta com taxa de ocupação de leitos de UTI para Covid-19 acima de 80%

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Diante da alta de casos, internações e mortes por Covid-19 no estado, o Centro de Contingência do Coronavírus colocou a região de Marília na fase vermelha e regrediu outras sete áreas para a laranja (segunda mais restritiva) do Plano São Paulo.

As regiões Araçatacuba, Bauru, Franca, Piracicaba, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Taubaté terão a quarentena intensificada, limitando o funcionamento dos setores por dez horas diárias, com fechamento às 22h. Já na região de Marília, somente as atividades essenciais poderão funcionar.

A nova classificação passa a valer a partir da próxima segunda-feira (18). O anúncio foi feito em coletiva na tarde desta sexta-feira (15), no Palácio dos Bandeirantes, no Morumbi (zona sul de SP).

As regiões de Presidente Prudente, Sorocaba e Registro seguem na fase laranja, onde estão desde o último dia 7, quando houve alteração nos parâmetros do Plano São Paulo.

Assim, o estado fica com 2% da população na fase vermelha, 31% na laranja e 67% na amarela.

A reclassificação das fases do plano estava programada para 5 de fevereiro, mas foi antecipada em três semanas em razão da aceleração da contaminação e da população e da ocupação de leitos.

O estado alcançou a maior média diária de novos casos desde o início da pandemia nesta semana, com 10.889 registros. Antes disso, o pico havia sido na segunsa semana de agosto, com média de 10.828 casos.

O secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, ainda destacou que a última semana teve 10% no aumento de internações hospitalares em São Paulo. Atualmente, o estado tem 67,5% de ocupação dos leitos de UTI para Covid-19. Na Grande SP, essa taxa chega a 69% — a um ponto percentual do limite para regressão à fase laranja.

De olho na alta de casos, o governo do estado colocou em alerta 43 cidades (veja lista abaixo) que, independentemente da classificação de suas regiões no Plano São Paulo, estão com ocupação de leitos de UTI para Covid-19 acima de 80% —oito estão na Grande São Paulo.

A recomendação, segundo o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, é que esses municípios adotem restrição de atividades não essenciais, como previsto na fase vermelha do plano, para tentar reduzir a ocupação da rede hospitalar. Ele ainda anunciou a criação de 186 novos leitos de UTI nas regiões de fases vermelha e laranja —sendo 25 na área de Marília.

Segundo Doria, os municípios que desrespeitarem a classificação do Plano São Paulo poderão ter seus prefeitos respondendo à Justiça pelo descumprimento das medidas.

O centro de contingência também fez a recomendação para que haja o limite máximo de 25 pessoas em reuniões em locais fechados, com distanciamento de 1,5 m entre elas.

Vacinação

O governo do estado anunciou que começa a entregar na próxima segunda-feira (18) as doses da vacina Coronavac, desenvolvidas pela famacêutica Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, ao Ministério da Saúde.

Cerca de 4,5 milhões de doses prontas para aplicação serão encaminhadas para um centro de distribuição e logística do Ministério da Saúde, no terminal de cargas do Aeroporto Internacional de Guarulhos.

Outras 1,5 milhão de doses ficarão no estado de São Paulo, para utilização já no início da vacinação, previsto pelo governo federal para começar no próximo dia 20. Segundo o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, as cotas destinadas pelo governo federal para cada estado devem ser definidas a tarde desta sexta.

"Se tivermos a possibilidade de um início precoce [da vacinação], não perderemos tempo, não perderemos vidas. Começamos a proteger aos que estão no front, atendendo mais e mais pessoas doentes. Precisamos protegê-los para que não adoeçam. Não posso perder médico, motorista de ambulância. Não podemos perder ninguém", disse Gorinchteyn.

Veja as cidades em alerta

  • Américo Brasiliense
  • Amparo
  • Apiaí
  • Areias
  • Artur Nogueira
  • Avaré
  • Bauru
  • Birigui
  • Caçapava
  • Carapicuíba
  • Cruzeiro
  • Embu das Artes
  • Fernandópolis
  • Ferraz de Vasconcelos
  • Franca, Franco da Rocha
  • Ilha Solteira
  • Itapecerica da Serra
  • Itapetininga
  • Itaquaquecetuba
  • Itatiba
  • Jacareí
  • Mairiporã
  • Marília
  • Matão
  • Mogi das Cruzes
  • Novo Horizonte
  • Ourinhos
  • Paulínia
  • Pederneiras
  • Porto Feliz
  • Presidente Prudente
  • Promissão
  • Santa Cruz do Rio Pardo
  • São Manuel
  • Serrana
  • Socorro
  • Sorocaba
  • Tatuí
  • Taubaté
  • Tupã
  • Valinhos
  • Votuporanga
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.