Descrição de chapéu Coronavírus Textos liberados

Brasil registra mais de 1.100 mortes por Covid e mais de 57 mil casos em 24 horas

País supera marca de 6 milhões de doses de vacina aplicadas; número de primeiras doses foi revisado e diminuiu

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O Brasil registrou 1.195 mortes pela Covid-19 e 57.937 casos da doença, nesta quarta-feira (17). Com isso, o país chegou a 242.178 óbitos e a 9.979.276 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.

Os dados do país são fruto de colaboração inédita entre Folha, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Além dos dados diários, a Folha também mostra a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 1.033, valor 2% inferior ao de 14 dias atrás. Portanto, a situação é de estabilidade, o que não significa um quadro tranquilo da pandemia.

O consórcio também atualizou informações repassadas sobre a vacinação contra a Covid-19 por 20 estados, além do Distrito Federal.

Nesta quarta, o número de primeiras doses aplicadas foi negativo, porque o Pará e São Paulo revisaram e diminuíram os dados informados anteriormente. Com isso, para o dia, consta o valor de --102.136 primeiras doses.

Enquanto isso, foram registradas 358.619 segundas doses.

Com isso, o Brasil chega a 5.402.913 pessoas que receberam a primeira dose e 667.410 que receberam a segunda.

Por enquanto, as vacinas disponíveis no Brasil são a Coronavac, vacina do Butantan em parceria com a farmacêutica Sinovac, e o imunizante da Fiocruz, desenvolvido pela parceria entre a Universidade de Oxford e a AstraZeneca.

O total representa 3,36% da população acima de 18 anos no Brasil.

Vacinação nos estados

  • AC

    1ª dose: 14.008 2ª dose: 407

  • AL

    1ª dose: 76.743 2ª dose: 2.822

  • AM

    1ª dose: 205.098 2ª dose: 14.232

  • AP

    Total: 20.432

  • BA

    1ª dose:: 383.670 2ª dose: 7.582

  • CE

    1ª dose: 245.258 2ª dose: 21.137

  • DF

    1ª dose: 111.670 2ª dose: 11.170

  • ES

    1ª dose: 101.713 2ª dose: 179

  • GO

    Total: 185.670

  • MA

    1ª dose: 124.536 2ª dose: 10.580

  • MG

    1ª dose: 422.713 2ª dose: 133.568

  • MS

    1ª dose: 99.170 2ª dose: 28.057

  • MT

    1ª dose: 74.275 2ª dose: 16.115

  • PA

    1ª dose: 89.955 2ª dose: 11.253

  • PB

    1ª dose: 91.778 2ª dose: 6.483

  • PE

    1ª dose: 229.060 2ª dose: 43.804

  • PI

    1ª dose: 62.470 2ª dose: 1.440

  • PR

    1ª dose: 257.305 2ª dose: 35.200

  • RJ

    Total: 405.925

  • RN

    1ª dose: 76.312 2ª dose: 8.721

  • RO

    1ª dose: 38.478 2ª dose: 151

  • RR

    Total: 23.272

  • RS

    1ª dose: 360.476 2ª dose: 8.993

  • SC

    1ª dose: 118.646 2ª dose: 11.132

  • SE

    1ª dose: 41.038 2ª dose: 23.565

  • SP

    1ª dose: 1.514.098 2ª dose: 270.524

  • TO

    1ª dose: 29.144 2ª dose: 295

​A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorre em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.