Descrição de chapéu Coronavírus

Aqui é calça apertada e não tanga frouxa, diz Doria ao encarnar 'João vacinador' nas redes

Internautas publicam memes e pedem para governador vaciná-los; tucano diz que imunizará até filho de presidente

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

"Vou te vacinar também", tem repetido o perfil do governador João Doria (PSDB) em suas redes sociais.

Após o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) insinuar que comentarista de rádio que não teria falado a verdade sobre a vacinação "vai acabar indo trabalhar com Ditadória", Doria comentou no perfil do filho do presidente: "Ok. Boa. Vou te vacinar também".

Um internauta rebateu dizendo que Doria "lacrou" e o chamou de "colega da calça apertada", apelido dado ao governador pelos bolsonaristas. Doria, então, respondeu: "vou te vacinar também. E com calça apertada".

A indireta de Eduardo Bolsonaro ocorreu após o governador dizer que não tinha a informação de que a nova vacina do Butantan, a Butanvac, contava com tecnologia estrangeira para seu desenvolvimento. A contradição virou munição para bolsonaristas.

Divulgada inicialmente como o primeiro imunizante 100% nacional, a Butanvac teve, na verdade, seu desenvolvimento iniciado por pesquisadores do Hospital Mount Sinai, de Nova York, conforme revelou a Folha no mesmo dia do anúncio da vacina. A versão mais engraçadinha do governador entrou em ação na esteira deste assunto, que gerou críticas sobre falta de transparência por parte da administração.

No dia do anúncio da vacina, Doria escreveu nas redes sociais "grande dia", uma provocação aos bolsonaristas, críticos do governador, que costumam usar esse bordão.

Doria tem aproveitado para explorar o fato de o Butantan ser o principal fornecedor das vacinas no país, em oposição ao governo Jair Bolsonaro (sem partido), criticado pela lentidão na vacinação e pouca oferta de imunizantes. O governador costuma repetir que nove entre 10 doses aplicadas no Brasil são da Coronavac, do Instituto Butantan, imunizante que foi inicialmente rechaçado por Bolsonaro.

Devido à brincadeira nas redes sociais, internautas têm pedido para o governador vaciná-los e o chamaram de 'João vacinador'. Além de Eduardo Bolsonaro, Doria também disse que iria vacinar um jornalista do site Antagonista.

O jornalista respondeu que iria entrevistá-lo. Doria respondeu: "Combinado! Aqui é calça apertada e não tanga frouxa".

A outro jornalista, Doria postou um vídeo para mostrar que não era o "estagiário".

A persona vacinadora de Doria já vinha sendo motivo de memes e figurinhas de WhatsApp. Nesta segunda, não foi diferente.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.