Descrição de chapéu Coronavírus Rio de Janeiro

Cristo Redentor reabre para o público no Rio

Roda-gigante na zona portuária da cidade e Parque Lage também voltaram a receber visitantes

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Rio de Janeiro

Pontos turísticos no Rio de Janeiro, como o Cristo Redentor e o bondinho do Pão de Açúcar, estão novamente abertos à visitação. Bares e restaurantes já haviam sido autorizados a reabrir.

A roda-gigante da zona portuária, a maior da América Latina, com 88 metros, também já vendia ingressos na manhã dessa sexta-feira (9). Também reabriu o Aqua Rio, maior aquário da América do Su​l, com 470 metros de trajeto.

Outro ponto turístico que voltou a receber visitantes foi o Parque Lage, na zona sul. Mas atrações como a trilha que leva ao Morro do Corcovado e outros acessos a mirantes da cidade, como Vista Chinesa, Dona Marta e Paineiras, permanecem fechadas.

Museus e instituições culturais também já podem reabrir. O CCBB recebe visitantes agendados, das 12h às 18h. Três dos principais museus da cidade, no entanto, decidiram permanecer fechados mesmo com o relaxamento das restrições.

O MAR (Museu de Arte do Rio), o MAM (Museu de Arte Moderna) e o Museu do Amanhã não receberão visitantes esta semana. Os museus estavam fechados desde o dia 22 de março, ainda antes da vigência do decreto que impôs restrições mais duras na cidade.

À época, em nota conjunta, os diretores das três instituições defenderam mais rigor nos critérios de reabertura e decidiram, por conta própria, paralisar as atividades por pelo menos três semanas. O MAM, no entanto, já anunciou que não estará aberto ao público este mês.

Bares e restaurantes ficaram duas semanas fechados para atendimento presencial. O horário de funcionamento, no entanto, continua restrito até as 21h, como já estabelecia decreto do dia 11 de março. O comércio também voltou a funcionar, com teto de 18h. Outras atividades, como permanência nas praias, continuam proibidas.

A chamada pausa emergencial no município, para evitar o avanço de casos da Covid-19, previu uma série de restrições no comércio, no setor de serviços e de lazer, entre os dias 26 de março e 8 de abril.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.