Descrição de chapéu Coronavírus

Veja como fazer teste de Covid em postos, farmácias e laboratórios em São Paulo

Cada tipo de exame é adequado para um tempo de sintomas, alertam especialistas

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Com as festas de final de ano, a epidemia de gripe e o aumento nos casos de Covid, cresceu a demanda por testes que identificam a infecção pelo coronavírus. Por isso, pacientes têm encontrado dificuldade para agendar um horário em farmácias e laboratórios da cidade de São Paulo.

Reportagem da Folha mostrou que testes positivos voltaram a subir durante as festas de fim de ano, de acordo com o monitoramento da Abrafarma (associação que reúne grandes redes farmacêuticas).

O total de positivos saltou de 524 no dia 1º de dezembro, quando 10 mil exames foram feitos, para 5.334 em 29 de dezembro, quando houve 31.332 exames —o equivalente a 5% e 17% do total, respectivamente. O levantamento abrange 3.000 farmácias do país.

A população tem procurado os estabelecimentos principalmente em busca dos testes RT-PCR e de antígeno, que identificam o vírus no momento da infecção, e os testes sorológicos, que mostram se a pessoa já possui anticorpos. Há dúvida, porém, de qual é o mais adequado.

Em laboratório de testagem no estacionamento do Super Shopping em Osasco, aumenta a demanda por testes de Covid-19 - Adriano Vizoni/Folhapress

O infectologista Jamal Suleiman, do Instituto Emílio Ribas, salienta que o importante continua sendo a testagem em massa. Tanto os testes de antígeno quanto os RT-PCRs, que identificam o vírus ativo, possuem alto grau de precisão, diz o médico.

Suleiman lembra, porém, que cada teste é adequado para um tempo de sintomas, e isso precisa ser levado em consideração no momento da escolha para que os exames cumpram o seu papel.

"Ambos [PCR e antígeno] são testes de alta sensibilidade. Diante dos sintomas e do tempo de história, opta-se por um ou outro", explica.

O médico André Ricardo Ribas Freitas, professor de epidemiologia da Faculdade de Medicina São Leopoldo Mandic, afirma que os testes RT-PCR são indicados para pessoas assintomáticas e sintomáticas, enquanto os antígenos apenas para quem já desenvolveu sintomas. Freitas diz que os exames devem ser feitos assim que os sintomas começarem, uma vez que os testes são de alta sensibilidade.

"Se a pessoa teve uma exposição e vai fazer uma visita para a avó, por exemplo, ela tem que aguardar cinco dias após a última exposição e o teste adequado é o PCR. Não adianta fazer no dia seguinte da exposição, tem que aguardar no mínimo cinco dias", explica o professor, referindo-se aqueles que não possuem sintomas.

Já os testes que avaliam a existência de anticorpos não são recomendados para verificar se a pessoa foi ou não infectada pela doença, diz o epidemiologista. Eles são úteis para saber se a pessoa já teve contato com o vírus.

"Os testes de sorologia são praticamente não recomendados, pois temos uma grande parte da população ou que já foi infectada ou que já tomou vacina, então o uso deles é bastante restrito. Teria que ser alguém que está com sintomas há mais de oito dias e não se vacinou", diz.

Entenda abaixo como funcionam e quanto custam testes para a Covid disponíveis na cidade de São Paulo:

FARMÁCIAS

Quais testes são oferecidos? As farmácias fazem testes rápidos de antígeno, para verificar se a pessoa está infectada no momento da testagem.

Eles estão disponíveis na modalidade "swab", em que um cotonete é introduzido pelo nariz para a coleta da amostra, e por via oral. Alguns testes de antígenos também combinam a testagem para Covid-19 e para influenza dos tipos A e B no mesmo produto.

Também é oferecido o PCR-Lamp, tipo de teste que pode ser comprado pela internet e é entregue em casa. Nesta modalidade a pessoa colhe cerca de 5 ml de saliva e a empresa responsável busca a amostra e emite em 24 horas o resultado pela internet.

As drogarias disponibilizam ainda os testes de anticorpos IgM, aqueles produzidos no início da infecção, e IgG, que aparecem na fase tardia da doença. Esse tipo de teste indica se o paciente já foi ou está infectado.

Quanto custam? Os testes de antígeno geralmente variam entre R$ 90 e R$ 110 nas farmácias da capital paulista.

Já os de anticorpos custam em média R$ 80.

O PCR-Lamp é encontrado por cerca de R$ 130.

Quando os resultados ficam disponíveis? Por serem testes rápidos, tanto os de antígeno quanto os sorológicos ficam prontos em cerca de 15 minutos.

O PCR-Lamp leva cerca de um dia para dar resultado, a partir do momento da coleta do material pela empresa responsável.

Como é feito o agendamento? Nas farmácias das grandes redes de São Paulo o agendamento é feito por meio do site delas. Apenas algumas unidades marcam horário pelo telefone —conseguir fazer um teste sem agendamento é uma questão de sorte.

Quanto tempo demora para conseguir um agendamento? Varia. Antes das festas de ano novo era mais fácil conseguir um agendamento para o mesmo dia. Ainda é possível, mas difícil.

Com o aumento da demanda em decorrência do Natal e do Revéillon, a média passou para de 2 a 5 dias de espera na cidade de São Paulo.

LABORATÓRIOS

Quais testes são oferecidos? Os laboratórios oferecem os testes RT-PCR, que são conhecidos por identificar o vírus com maior precisão quando ele ainda está ativo no organismo. Esse é considerado o teste padrão-ouro para as infecções por Covid-19.

Nesse exame, a amostra é coletada através de um cotonete no nariz e frequentemente também na garganta.

Outro tipo de teste oferecido é o RT-PCR por saliva, que é feito através de uma amostra de saliva que varia de 2 ml a 5 ml, em média. Neste formato a sensibilidade é ligeiramente menor do que quando feito pela nasofaringe. Também é usado para saber se a pessoa está infectada no momento da testagem.

Além desses, assim como as farmácias, os laboratórios oferecem os testes de antígenos, além de uma variedade de testes de anticorpos.

Fora os testes IgG e IgM, os principais oferecidos pelos laboratórios são de anticorpos totais, que mostram se a pessoa já teve Covid-19, e de anticorpos neutralizantes (aqueles que conseguem bloquear a ação do vírus).

É preciso agendamento? Na maioria dos laboratórios, sim. Em alguns, basta chegar no horário de atendimento da unidade e aguardar por ordem de chegada. A maior parte deles também oferece atendimento domiciliar.

Quando os resultados ficam disponíveis? Varia. Um teste de antígeno fica pronto em cerca de 15 minutos. Já o resultado do RT-PCR, em alguns laboratórios, pode sair em até quatro horas. Em outros, é preciso esperar 72 horas para ter acesso ao laudo.

Os resultados de exames de anticorpos também variam conforme o local: demoram, em média, entre 24 horas e cinco dias, a depender do tipo de teste.

Quanto custam? O RT-PCR tradicional, feito com o "swab", pode ser encontrado por valores que vão de R$ 178 a R$ 385 na capital paulista. Há opções até na modalidade drive-thru, em que não é necessário sair do carro para realizar o exame.

Já o PCR de saliva é encontrado à venda por laboratórios por R$ 120.

O preço dos exames de anticorpos varia de acordo com o tipo. Aqueles que identificam anticorpos IgG e IgM podem ser encontrados por preços que variam em média de R$ 98 a R$ 189. Já os de anticorpos totais vão de R$ 139 a R$ 152, enquanto os de anticorpos neutralizantes de R$ 128 a R$ 210.

O teste antígeno, por outro lado, é encontrado por valores que variam em média de R$ 88 a R$ 200.

Se o paciente possui convênio e pedido médico, o exame pode ficar por conta do plano de saúde. Nesses casos, o recomendável é se informar antes do agendamento e da realização do teste.

Os preços foram cotados em cinco laboratórios de São Paulo.

SUS

Quem pode fazer exame de Covid na rede pública da cidade de São Paulo? Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, os testes RT-PCR são indicados para pacientes sintomáticos entre o primeiro e o oitavo dia de sintomas. Após esse período, será indicado ao paciente o teste sorológico, que indica a presença de anticorpos.

Quando os resultados são liberados? A pasta informa que os resultados ficam disponíveis em até 48 horas após a amostra chegar ao laboratório. Por telefone, no entanto, funcionários de UBS informaram que o resultado fica disponível em cerca de cinco dias.

No caso do teste de antígeno, o paciente tem acesso ao resultado aproximadamente 15 minutos após a realização.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.