Prêmio Folha

BUSCAR POR:

Fotografia

Voltar para o Índice

2019

"Resgate"

Enquadramento perfeito de cena dramática obtém resultado plástico bonito e de impacto.

Leia mais

2018

"Guerreiros do Rio"

Plasticamente bonita, a foto feita pelo repórter tem movimento e dramaticidade nas cores.

Leia mais

Avener Prado/FolhapressTitulo

2017

"Investigação Ibama"

Além da bela composição visual, a foto, que retrata um índio garimpeiro ilegal sendo contido por funcionário do Ibama em terra indígena Mundurucu (sudoeste do Pará), mostra as contradições da fiscalização e da ocupação da Amazônia

Leia mais

2016

"Covardes"

A foto consegue transportar para o clima em que foi feita. Mostra presença de espírito e firmeza numa ação que teve consequências.

Leia mais

2015

"Enrolada"

Imagem que flagra Dilma Rousseff com dificuldades para colocar a faixa presidencial acabou se tornando premonitória dos problemas que ela vem enfrentando no início do segundo mandado.

Leia mais

2014

"Polícia hasteia bandeira na favela"

A posição buscada pelo fotógrafo resultou em uma imagem singular, que registra o factual --a chegada da tropa da UPP--, mas traz para o primeiro plano o cotidiano de uma moradora da favela.

Leia mais

Marlene Bergamo/FolhapressTitulo

2013

"Julgamento do mensalão"

José Dirceu assiste à sessão do STF, com ministro Celso de Mello, que falta votar, na tela da TV.

Leia mais

2012

"Dilma diante da 'Medusa Mortola'"

O fotógrafo Sérgio Lima, da sucursal da Folha em Brasília, foi premiado pela imagem da presidente da República, Dilma Rousseff, admirando o quadro "Medusa Mortola", do italiano Michelangelo Merisi da Caravaggio, um de seus pintores favoritos, em exposição no Palácio do Planalto

Leia mais

2011

"Guerra dos Dedos"

Em "Guerra dos Dedos", o repórter-fotográfico Fabio Braga conseguiu retratar a tensão ocorrida entre manifestantes e pedestres durante protesto realizado às 16h na avenida Paulista contra a presença de policiais militares na Cidade Universitária, em novembro de 2011. O ato provocou 1,8 km de congestionamento na região, segundo a CET.

Leia mais

2010

"Ferreira Gullar, o poeta aos 80 anos"

Com o retrato sem rosto de Ferreira Gullar, publicado na Serafina em 29 de agosto de 2010, durante entrevista no apartamento do poeta, no Rio, Murillo Meirelles recebeu o Prêmio Folha de Fotografia.

Leia mais

2009

"No Brasil, Cristo teria que se aliar a Judas, diz Lula"

A imagem premiada em 2009 foi a do presidente Lula, registrada por Alan Marques, durante a entrevista em que disse que nenhum dos vencedores da eleição de 2010 poderia fazer um governo fora da realidade política e que, no Brasil, até "Jesus teria de chamar Judas para fazer coalizão"

Leia mais

2008

"No chão"

O fotógrafo Caio Guatelli foi premiado por ter flagrado a expressão do ginasta Diego Hypólito, até então favorito para ganhar medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim, no momento em que sofreu uma queda no final de sua apresentação na decisão do solo

Leia mais

2007

"Contra a parede"

Marlene Bergamo venceu com a imagem da menina L. -que ficou detida numa cela com mais de 30 homens por 26 dias em Abaetuba (130 km de Belém)- amparada por sua mãe e por sua madrasta, em novembro de 2007

Leia mais

2006

"Flagrante no centro"

O fotógrafo Fernando Donasci venceu com o flagrante de um guarda-civil metropolitano ajudando um menino de rua a esquentar cola no centro da cidade de São Paulo.

Leia mais

2005

"Tristes Trópicos, 50 Anos"

Fernando Donasci foi o premiado com o conjunto de imagens "Tristes Trópicos, 50 anos", publicado em 22 de maio de 2005 no caderno Mais!. As fotos mostram a vida dos índios nambiquaras 50 anos depois da visita do antropólogo Claude Lévi-Strauss à aldeia, que deu origem ao livro "Tristes Trópicos", publicado em 1955.

Leia mais

2004

"Enterro"

  • Autores: Antonio Gaudério
  • Data: 24 de Abril de 2004
  • Editoria: Primeira Página/Folha de S.Paulo

Antonio Gaudério voltou a ser premiado com a foto publicada na Primeira Página da Folha, em 24 de abril de 2004, em que mostra os corpos de 8 dos 29 garimpeiros mortos em conflito com índios cintas-largas enterrados em vala comum no cemitério de Espigão d'Oeste (RO).

Leia mais

2003

"Foto revela quem matou fotógrafo"

  • Autores: André Porto
  • Data: 24 de Julho de 2003
  • Editoria: Primeira Página/Agora São Paulo e Primeira Página/Folha de S.Paulo

Flagrante feito por André Porto logo após o tiro que matou o fotógrafo Luis Antonio da Costa, o La Costa, da revista "Época", em frente ao acampamento do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto), em São Bernardo do Campo, mostra homem com arma na mão.

Leia mais

2002

"Brincadeira de Guerra"

Publicada em 11 de setembro de 2002, em Cotidiano, a foto "Brincadeira de Guerra", da carioca Ana Carolina Fernandes, flagrou crianças do Morro do Querosene (RJ) depois de um tiroteio. Meninos e meninas escreviam no chão, com cartuchos de fuzil, a sigla da facção criminosa Terceiro Comando.

Leia mais

2001

"Líder estudantil tira a roupa em frente ao Congresso Nacional"

Beto Barata retratou, em junho de 2001, a líder estudantil e então presidente da Ubes, Carla dos Santos, durante manifestação pró-CPI da corrupção em frente ao Congresso Nacional, em Brasília. Ela desfilou com a inscrição "Fora FHC" pintada em guache nas nádegas.

Leia mais

2000

"Pena de Morte" / "Rodrigueanas"

  • Autores: Luiz Bittencourt / Ana Carolina Fernandes
  • Data: 13 de Junho de 2000
  • Editoria: Primeira Página/Folha de S.Paulo

Luiz Bittencourt recebeu o prêmio pela última foto de Sandro do Nascimento com vida -ele foi capturado após manter como reféns passageiros de um ônibus no Rio-, tirada em 12 de junho. Já Ana Carolina Fernandes foi premiada pela foto, publicada em 26 de novembro, de alunas da última turma do Instituto de Educação do Rio de Janeiro, as normalistas que foram personagens de crônicas de Nelson Rodrigues.

Leia mais

1999

"Garimpeiros do lixo" / "FHC e Malan assistem a desfile de 7 de setembro"

  • Autores: Moacyr Lopes Junior / Lula Marques
  • Data: 08 de Agosto de 1999
  • Editoria: Primeira Página/Folha de S.Paulo

Dois profissionais foram premiados: Moacyr Lopes Junior e Lula Marques. O primeiro foi a São Vicente (SP), em agosto de 1999, e retratou pessoas penduradas num caminhão de lixo, à espera de alimentos de validade vencida. Já o segundo trouxe, durante o desfile de 7 de setembro em Brasília, um perfil inusitado do então ministro da Fazenda, Pedro Malan, revelando-o, em lugar dos cabelos bem penteados e da elegância no olhar, descabelado e carrancudo.

Leia mais

1998

"Miragem"

A fotografia de Antônio Gaudério, tirada na véspera do Réveillon de 1998, mostra a lentidão do fluxo de veículos na rodovia dos Imigrantes, tendo ao fundo um cartaz da Sabesp, que trazia a imagem de uma praia.

Leia mais

1997

"Socorro, Polícia"

O repórter Moacyr Lopes Jr. registrou dois PMs agredindo menores de rua na região central da capital paulista. A série de fotos foi publicada na Primeira Página da Folha e em jornais do exterior. Por este trabalho, Lopes Jr. também recebeu um prêmio do governo espanhol.

Leia mais

1996

"PC no IML"

O repórter-fotográfico Juca Varella conseguiu uma foto exclusiva do corpo do empresário Paulo César Farias no IML de Maceió (AL), em meio a toda a imprensa concentrada no local. A imagem foi publicada na Primeira Página da Folha em 24 de junho de 96.

Leia mais

1995

"São Paulo de Patins" / "Tentativa de Assalto"

  • Autores: Antônio Gaudério / Ormuzd Alves
  • Data: 16 de Abril de 1995
  • Editoria: Cotidiano/Folha de S.Paulo

O empate dos fotógrafos Antônio Gaudério e Ormuzd Alves ilustra os dois tipos de fotojornalismo. O flagrante, quando a ação de um fato é registrada na hora, e o retrato, a foto que requer uma produção. A foto produzida -de patinadores no parque Ibirapuera- foi feita por Gaudério, publicada em 16 de abril de 95. Já o flagrante -um assalto num semáforo no centro de São Paulo- foi de autoria de fotógrafo Ormuzd Alves, em 27 de dezembro do mesmo ano.

Leia mais

1994

"Dia de Terror"

Fotógrafo retratou o medo e a dor de pai e filho que foram envolvidos em briga de torcedores na partida entre Guarani e Corinthians, em Campinas, pelo Campeonato Brasileiro de 1994, quando pelo menos 30 pessoas ficaram feridas

Leia mais

1993

"Pátria Armada"

Na tarde de 14 de outubro de 93, a repórter-fotográfica Luciana Whitaker acompanhou "blitz" da Polícia Militar na favela Roquete Pinto, em Ramos (zona norte do Rio de Janeiro), onde pela manhã grupos de traficantes rivais haviam travado intenso tiroteio, e conseguiu registrar o exato momento em que um soldado do Bope (Batalhão de Operações Especiais) da PM para antes de prosseguir a busca na favela.

Leia mais

 

Publicidade

Ver por Ano

Publicidade