Desentrosado, São Paulo perde do São Bento na estreia do Paulista

Crédito: Divulgação/Rubens Chiri/saopaulofc.net Bissoli tenta cabeçada durante a derrota do São Paulo para o São Bento
Bissoli tenta cabeçada durante a derrota do São Paulo para o São Bento

DE SÃO PAULO

Em um jogo de baixo nível técnico, o São Paulo perdeu para o São Bento por 2 a 0, nesta quarta-feira (17), no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba, pela primeira rodada do Campeonato Paulista.

A equipe tricolor, que realizou menos de duas semanas de pré-temporada, demonstrou muito desentrosamento. O time não conseguiu sair jogando, principalmente no primeiro tempo, e quando chegou à intermediária adversária errou passes simples.

Assim, não incomodou o goleiro Rodrigo Viana, que só trabalhou em um lance quando saiu de forma equivocada do gol, na etapa inicial. Mesmo assim, o clube do Morumbi não finalizou a gol.

O desentrosamento já era até esperado. Além do pouco tempo de preparação, o treinador Dorival Júnior escalou uma formação praticamente reserva. Ele disse que optou por um time alternativo porque o São Paulo fará seis jogos em 17 dias.

Tanto é que o técnico já adiantou que escalará uma equipe totalmente diferente no sábado (20), quando o clube enfrenta o Novorizontino, às 19h, no Morumbi.

No próximo jogo, o time deverá contar com o zagueiro Rodrigo Caio, o lateral Militão, os meio-campistas Petros e Jucilei e o atacante Marcos Guilherme, titulares na reta final de 2017. Destes, apenas o atacante participou do jogo –entrou na reta final do segundo tempo. Dos recém-contratados, nenhum estreará no sábado. Diego Souza e Anderson Martins ainda aprimoram a parte física, enquanto o goleiro Jean deverá ser novamente opção no banco de reservas.

Bem diferente do que aconteceu nesta quarta-feira, quando apenas jogadores pouco utilizados na temporada passada e atletas da base foram escalados. Dos 11 que iniciaram a partida, apenas Sidão atuou no último jogo de 2017 –empate com o Bahia por 1 a 1. O jovem Brenner, que também participou da despedida no ano passado, entrou na etapa complementar, quando a equipe já perdia por 1 a 0.

A equipe ainda teve os laterais Bruno, Reinaldo e Júnior Tavares –jogou improvisado pelos lados do campo, revezando com Maicosuel– e o zagueiro Aderllan, ex-Valencia, que atuou pela primeira vez como titular desde o ano passado.

O restante da formação teve os jovens Ronny, Araruna, Paulo Henrique, Pedro Augusto, Bissoli e Marquinhos Cipriano, que entrou no segundo tempo.

Com essa formação, o São Paulo até foi melhor na etapa complementar e rondou a área adversária. A melhor chance, porém, foi em um chute de Bissoli, que exigiu ótima defesa de Rodrigo Viana.

Já o São Bento manteve a mesma postura tática do ano passado, quando conquistou o acesso para a Série B do Brasileiro. A equipe marcava forte e apostava nos contra-ataques. O primeiro gol saiu assim. Aos 23 minutos, Régis ganhou a dividida com Maicosuel, driblou o rival e cruzou para Anderson Cavalo marcar de cabeça.

O segundo foi de Maicon Souza, aos 41 minutos, em uma cobrança de falta ensaiada.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.