Parque do Super Bowl  vira alento para torcida de time local

Fã do esporte pode chutar bola oval, treinar passes e até ser comentarista de TV

Eduardo Geraque
Enviado especial a Minneapolis

Uma profusão de atrações, para adultos e crianças, tem levado uma multidão ao Centro de Convenções de Minneapolis, no centro da cidade, na semana da grande decisão do futebol americano, para o que os americanos chamam de Super Bowl Experience.

Os termos super e experiência não são força de expressão. Para participar de todas as atrações, que envolvem desde chutar a bola oval, treinar passes curtos e longos ou corridas, até ser comentarista esportivo na televisão, o visitante pode levar o dia todo.

"Estou desde manhã, por mais de três horas, com a minha mulher e o meu filho. Estamos nos divertindo muito", afirma Johny Right, morador da cidade, enquanto tira um retrato da família em frente a um grande cartaz com todo o elenco do Minnesota Vikings em tamanho natural.

A atração serve de alento para os torcedores locais, que por pouco não tiveram a chance de ver o time da cidade jogar o Super Bowl.

"Seria muito mais legal se os Vikings tivessem conseguido a vaga na final, mas, mesmo assim, ter o jogo aqui está sendo muito bom. Estamos entusiasmados e fazendo um bom trabalho para receber a todos", afirma Right.

O torcedor aposta em outro título dos Patriots no domingo por causa do treinador [Bill] Belichik. No entanto, deixa escapar uma pontinha de rancor pela derrota para os Philadelphia  Eagles na final da Conferência Nacional: "Também não quero que os Eagles ganhem, porque eles venceram o Vikings."

Opinião diferente de Taler Smith, também de Minneapolis. "Vou ver o jogo pela TV, e os Eagles vão ganhar. Chega de Patriots", afirmou.

O torcedor é representante de um grupo anti-Patriots, time que tem incomodado os rivais pela grande dinastia que está construindo no esporte neste século.

Ao lado, dezenas de crianças participam de sessões de treinamento de futebol americano em um campo de grama sintética. Do outro lado do gigantesco recinto, jogadores de verdade participam de uma sessão de autógrafos.

No andar superior, os adultos podem tirar fotos ao lado dos bustos de jogadores do Hall da Fama da NFL e ver o troféu que será entregue no jogo de domingo ao campeão do Super Bowl 52.

A coleção dos cobiçados anéis, dados aos vencedores do Super Bowl, também está em exposição, assim como o paletó dourado dado a quem entra para o Hall da Fama.

Na saída do parque de diversões, os fãs ainda podem comprar lembranças. Por US$ 15, levam um boneco do Tom Brady. Com US$ 2.400, podem adquirir uma réplica do capacete do quarterback. 

Crianças brincam em parque temático do Super Bowl
Crianças brincam em parque temático do Super Bowl - Eduardo Geraque/Folhapress

O repórter viajou a convite da ESPN.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.