Perdoado, Cueva marca, e São Paulo supera o Botafogo no Paulista

Meia peruano havia sido afastado pela diretoria por se recusar a viajar para jogo

São Paulo

Depois de ser vaiado no primeiro tempo, o São Paulo superou o Botafogo-SP por 2 a 0, no Morumbi, neste sábado (3), pela quinta rodada Campeonato Paulista. Os dois gols saíram na etapa final, com Diego Souza e com o perdoado Cueva.

O meia peruano começou na reserva nesta tarde, mas entrou após o intervalo. Ele estava afastado desde o último dia 23 por ter pedido para não viajar a Mirassol porque ficaria no banco de suplentes.

O resultado deixou a equipe paulistana com sete pontos, na liderança do Grupo B. A Ponte Preta, que empatou com o Ituano por 1 a 1 fora de casa, também tem sete pontos, mas leva desvantagem por ter um gol a menos de saldo.

O terceiro colocado é o Santo André, que na sexta-feira (2) empatou com o São Bento por 2 a 2 e foi aos quatro pontos. O outro time dessa chave é o São Caetano --possuiu só três pontos, mas jogará contra o Mirassol neste domingo. Os dois primeiros avançam de fase.

No Morumbi, Tricolor bate o Botafogo-SP na estreia de Nene
Cueva (esq.) e Diego Souza festejam o segundo gol no Morumbi - Rubens Chiri / saopaulofc.net

Para encarar o Botafogo-SP, o técnico Dorival Júnior armou a equipe com Nenê, que estreou pelo clube, tendo liberdade para girar pelo meio de campo e se aproximar do ataque.

Só que, no primeiro tempo, os planos de Dorival não funcionaram. Nenê e seus companheiros trocaram muitos passes, mas, com bastante lentidão, e não conseguiram mostrar força ofensiva.

A equipe de Ribeirão Preto aproveitou e criou as melhores jogadas da etapa inicial. O primeiro susto da torcida são-paulina foi logo aos 2 minutos. Após o goleiro Sidão espalmar a bola, em cobrança de falta, o lateral Lucas Taylor acertou o travessão. A outra grande chance foi aos 25, quando o meio-campista Dodô chutou cruzado, mandando a bola na trave. No fim do primeiro tempo, o time do Morumbi saiu vaiado de campo.

Para a segunda etapa, Dorival colocou Cueva no lugar de Brenner. Mas a principal mudança no time foi o comportamento dos jogadores em campo. Mais velozes, os atletas são-paulinos passaram a chegar ao ataque com maior facilidade. O placar foi aberto aos 5. Em uma jogada pela pela ponta esquerda, Reinaldo cruzou e Diego Souza completou ao gol.

A vantagem foi ampliada aos 38 minutos, depois de um pênalti anotado quando o zagueiro Bruno Alves foi agarrado na área. Cueva se apresentou para cobrança, chutou cruzado e fez 2 a 0.

Agora, o São Paulo voltará a campo na quarta-feira (7) pelo Campeonato Paulista para enfrentar o Bragantino, novamente em casa.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.