Milhares de torcedores vão a funeral de capitão da Fiorentina

Autópsia feita na terça constatou que jogador morreu por 'causas naturais'

Milhares de torcedores acompanham funeral do zagueiro Davide Astori, da Fiorentina, em frente a basílica de Santa Cruz
Milhares de torcedores acompanham funeral do zagueiro Davide Astori, da Fiorentina, em frente a basílica de Santa Cruz - Filippo Monteforte/AFP

Milhares de torcedores da Fiorentina foram nesta quinta-feira (8) à basílica de Santa Cruz, em Florença, para se despedir de Davide Astori, 31, capitão do time que foi encontrado morto na manhã do último domingo (4) em um quarto de hotel quando se concentrava para a partida contra a Udinese pelo Campeonato Italiano.

A cerimônia teve início às 6h (de Brasília) e contou com a presença de familiares, amigos e personalidades do futebol italiano. O goleiro da Juventus Gianluigi Buffon, o zagueiro Giorgio Chiellini, o atacante do Nice Mario Balotelli e o elenco completo da Fiorentina estiveram presentes.

A movimentação nas ruas de Florença começou cedo, com torcedores chegando à praça onde fica localizada a basílica com até três horas de antecedência. Um cortejo que levou o caixão com o corpo de Astori até o local foi recepcionado com palmas dos fãs durante todo o trajeto pelas ruas da cidade. Após a cerimônia, o corpo foi levado para a província de Bérgamo, onde foi enterrado.

O capitão da Fiorentina foi encontrado morto no quarto do hotel onde a equipe estava concentrada para o jogo contra a Udinese, no domingo (4).

Autópsia feita terça-feira (6) no corpo do zagueiro constatou que o jogador morreu em consequência de uma parada cardíaca “causada, provavelmente, por causas naturais”.

Um dia antes, o Ministério Público de Udine disse que investigaria a morte do jogador como homicídio culposo (sem intenção de matar).

O zagueiro e capitão da Fiorentina Davide Astori, em partida da Liga Europa
O zagueiro e capitão da Fiorentina Davide Astori, em partida da Liga Europa - Andreas Solaro - 24.nov.2016/AFP
UOL

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.