Temos de assumir que foi um fracasso a eliminação, diz Aguirre

Treinador do São Paulo não esconde a decepção pela saída da Copa do Brasil

Luiz Cosenzo
São Paulo

O técnico do São Paulo, Diego Aguirre, classificou como um fracasso a eliminação da equipe tricolor na quarta fase da Copa do Brasil.

Após abrir 2 a 0 em 35 minutos, o time não conseguiu manter o ritmo e empatou com o Atlético-PR por 2 a 2, nesta quinta-feira (19), no estádio do Morumbi.

O clube precisava vencer por um gol de diferença para levar o jogo para os pênaltis ou dois para obter a vaga direta, já que havia perdido a partida de ida por 2 a 1, realizada há 15 dias, na Arena da Baixada.

“Eu não posso falar de coisas boas do time. Eu queria classificar. Eu falaria de coisas boas se tivéssemos conseguido a classificação. Temos de assumir que foi um fracasso a eliminação. Somos um time grande, que tem de brigar por coisas importantes. Temos de pegar essa responsabilidade e ir à frente. Domingo tem Campeonato Brasileiro, temos a Copa Sul-Americana. Eu não gosto de perder e não vou falar de coisas positivas hoje”, disse o treinador são-paulino logo após o jogo.

A eliminação em casa em torneios mata-mata ou partidas eliminatórias se tornou frequentes nos últimos anos. Desde 2012, quando conquistou o título da Copa Sul-Americana diante do Tigre, a equipe coleciona seis desclassificações no local: duas na própria Sul-Americana (Defensa y Justicia em 2017 e Atlético Nacional 2014), duas no Campeonato Paulista (Penapolense em 2014 e Corinthians 2013) e agora duas na Copa do Brasil (Bragantino em 2014 e agora diante do Atlético-PR).

O técnico Diego Aguirre, do São Paulo, durante treino da equipe
O técnico Diego Aguirre, do São Paulo, durante treino da equipe - Ronny Santos - 16.mar.18/Folhapress

“Isso são dados da realidade, mas eu não posso pensar que isso influência. É uma coisa que acontece e temos que cortar e reverter essa situação. É trabalhando e olhando para frente. É uma eliminação que dói muito, porque trabalhamos muito para o jogo e tivemos a ilusão, porque chegamos muito perto”, completou.

A Copa do Brasil era um dos objetivos do clube na temporada, já que distribui premiação de R$ 50 milhões e vaga na Copa Libertadores ao campeão.

O time terá mais uma decisão em casa ainda neste primeiro semestre. No próximo dia 9 de maio, enfrenta o Rosario Central, pela Copa Sul-Americana. Como empatou o primeiro jogo por 0 a 0, o clube precisa de uma vitória simples para avançar para a segunda fase da competição.

Antes do duelo pela Sul-Americana, o São Paulo tem três jogos pelo Campeonato Brasileiro: Ceará, Fluminense e Atlético-MG.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.