Fifa vai anular ingressos obtidos para Copa em site de revenda

Torcedores com bilhetes comprados fora do site oficial serão barrados

Fábio Aleixo
Moscou

A Fifa anunciou nesta terça-feira (5) que irá anular e impedir a entrada nos estádios da Copa do Mundo de todos os torcedores que tenham adquirido suas estradas por meio do site de revendas Viagogo e sejam identificados.

A entidade afirmou ainda que na entrada das arenas haverá um rigoroso sistema de vistoria de ingressos para coibir o aceso de portadores de bilhetes comprados fora do site oficial da entidade.

Mascote Zabivaka com réplica de ingresso da Copa
Mascote Zabivaka com réplica de ingresso da Copa do Mundo - Fábio Aleixo/Folhapress

O número de ingressos comercializados por fontes ilegais não foi divulgado pela Fifa uma vez que segue o processo de busca de tais entradas.

Segundo a Fifa a revenda por estes sites pode causar inúmeros problemas de segurança.

A entidade também informou que ingressou com uma ação criminal na Justiça suíça contra a Viagogo AG, que também tem a sua sede no país. O caso será analisado em Genebra.

"Nos últimos meses, a Fifa recebeu inúmeras queixas de indivíduos e companhias de defesa do consumidor por causa dos negócios obscuros conduzidos pela Viagogo AG. Diversas entidades também já entraram com ações criminais contra a companhia", disse a Fifa por meio de nota oficial.

A Folha acessou o site da Viagogo na manhã desta terça-feira e encontrou ingressos à venda para todos os jogos do Mundial, inclusive para a final.

O bilhete mais barato para a decisão estava sendo comercializado a R$ 9.435.

No site oficial da Fifa, todos os ingressos para a final estão esgotados. O mais caro era vendido a R$ 4 mil.
 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.