Descrição de chapéu Copa do Mundo

Veja como votou cada país e confederação para a sede da Copa de 2026

Candidatura da América do Norte foi dominante nos votos recebidos

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, discursa ao lado de representantes do United 2026, candidatura vencedora na eleição de sede do Mundial de 2026
O presidente da Fifa, Gianni Infantino, discursa ao lado de representantes do United 2026, candidatura vencedora na eleição de sede do Mundial de 2026 - Kirill Kudryavtsev/AFP
Raphael Hernandes Amanda Lemos
São Paulo

​Em votação realizada nesta quarta-feira (13), a candidatura conjunta de Estados Unidos, Canadá e México superou o Marrocos e foi escolhida como sede da Copa do Mundo de 2026. No total, foram 134 votos a 65.

A CBF rompeu o acordo que tinha com a confederação sul-americana de futebol (Conmebol) e foi a única entidade do grupo a apoiar os marroquinos. Os outros nove países votaram na United 2026, nome dado à aliança vencedora.

Em outras confederações, a hegemonia também foi dos norte-americanos. Na UEFA, que reúne os países europeus, foram 41 votos pela United e 12 pelo Marrocos —Espanha e Eslovênia se abstiveram. Na AFC (Ásia),  33 a 11, respectivamente. Na OFC (Oceania) e Concacaf (Américas Central e do Norte) a dominância se manteve.

Os marroquinos viram apoio majoritário apenas no seu continente de origem. A confederação africana, CAF, deu 41 votos à candidatura –11 nações da região, no entanto,  optaram pelos americanos.

Países que foram sede de Copas também preferiram a United, 10 votos ante 3 ao Marrocos. Estados Unidos e México, que já foram sede, não votaram por serem candidatos.

 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.