Descrição de chapéu Copa do Mundo

Após dificuldades, laterais da seleção controlam ímpeto mexicano

Fagner foi mantido por Tite, enquanto Filipe Luís substituiu Marcelo, lesionado

Filipe Luís foi um dos grandes nomes da vitória brasileira sobre o México
Filipe Luís foi um dos grandes nomes da vitória brasileira sobre o México - Lu Jinbo/Xinhua
Camila Mattoso Diego Garcia Sérgio Rangel Luiz Cosenzo
Samara

Titulares da seleção brasileira na vitória sobre o México por 2 a 0, os laterais Fagner, 29, e Filipe Luís, 32, tiveram dificuldades no início do jogo para controlar o ímpeto rival, que foi melhor durante os primeiros 20 minutos.

A seleção mexicana avançou sua marcação e dificultou um dos pontos fortes do time de Tite, que é a saída de bola do campo de defesa com a ajuda dos laterais.

Quando recuperavam a posse de bola, os mexicanos apostavam nas jogadas pelas beiradas do campo. Lozano e Chicharito caíam nas costas de Filipe Luís, enquanto Carlos Vela explorava o lado de Fagner.

Assim, os mexicanos chegaram duas vezes com perigo. Aos 8 minutos, Vela passou por Fagner, mas o corintiano conseguiu a recuperação antes do cruzamento. Sete minutos depois, Lozano venceu Filipe Luís na corrida e cruzou, mas Chicharito não conseguiu completar.

Depois da pressão inicial, o México não conseguiu manter o ritmo e recuou a linha de marcação. Foi o momento que o Brasil cresceu no jogo e criou chances com Neymar, Coutinho e Jesus.

Nos três lances, os laterais não tiveram uma participação ofensiva. Eles procuraram fechar a linha de quatro e desceram pouco para o ataque.

Com o gol marcado por Neymar logo aos 5 minutos do segundo tempo, o Brasil recuou e procurou se defender mais para explorar a velocidade do quarteto ofensivo formado por Willian, Neymar, Jesus e Gabriel Jesus.

Com a defesa mais postada, Fagner e Filipe Luís não ficaram no mano a mano com os rivais. Fagner teve a ajuda de Paulinho, enquanto Gabriel Jesus passou a jogar mais pela esquerda e colaborar com Filipe Luís na marcação. O posicionamento liberou mais Coutinho e Neymar.

Com essa liberdade, Neymar desceu pela esquerda e tocou para Firmino, que havia acabado de entrar no lugar de Coutinho, só empurrar para o gol.

Fagner deve continuar como titular nas quartas de final. Foi o terceiro jogo completo do lateral corintiano, que ganhou a vaga após Danilo sentir uma lesão muscular no quadril.

Já Filipe Luís deverá retornar ao banco de reservas. É provável que Marcelo, o titular da posição, já esteja recuperado do espasmo muscular na coluna. Aos 32 anos, o lateral do Atlético de Madri iniciou pela primeira vez uma partida de Copa.

Marcelo teve o problema no início do duelo contra a Sérvia, realizado no último dia 27, e foi vetado pelo departamento médico na véspera do confronto contra os mexicanos.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.