Descrição de chapéu Copa do Mundo

Ex-Barcelona, Luis Enrique assume seleção espanhola

Técnico assinou contrato de dois anos, até Eurocopa de 2020

Madri

A federação espanhola de futebol anunciou o ex-técnico do Barcelona, Luis Enrique, como novo treinador da seleção, nesta segunda-feira (9), em Madri.

Ele substitui Fernando Hierro, que assumiu a equipe às vésperas da estreia na Copa do Mundo após a demissão do então treinador Julen Lopetegui.

Luis Enrique durante treino do Barcelona em 2017
Luis Enrique durante treino do Barcelona em 2017 - Manu Fernandez/Associated Press

Lopetegui foi destituído dois dias antes da estreia da Espanha contra Portugal, na primeira rodada do Mundial, depois de ele ser anunciado pelo Real Madrid como o novo treinador.

Hierrro, que ocupava o cargo de secretário de seleções, foi alçado ao comando da equipe. A Espanha foi eliminada nas oitavas de final pela Rússia, em disputa de pênaltis. Ele anunciou seu desligamento da seleção neste domingo (8).

O novo técnico assinou um contrato de dois anos.

"A decisão foi unânime", disse o presidente da federação, Luis Rubiales. “Eu gosto do seu compromisso. Ele deixou passar melhores oportunidades financeiras para ser o técnico da seleção nacional."

“Esse treinador cumpre todos os parâmetros para assumir o comando da equipe. Luis Enrique está trazendo sua equipe de apoio, mas este é um assunto sobre o qual ele falará na semana que vem.”

Luis Enrique começou como jogador da equipe local do Sporting Gijon, na costa atlântica da Espanha. Ele venceu um campeonato jogando Real Madrid antes de se mudar para o rival Barcelona, em 1996, onde conquistou títulos e se tornou capitão, até se aposentar, em 2004.

Sua única experiência como treinador fora da Espanha foi um momento frustrante na Roma (ITA), em 2011/2012. Ele se recuperou, no entanto, fazendo de Celta de Vigo um dos principais atacantes do país antes de substituir Gerardo Martino no comando do Barcelona, em 2014.

A melhora no time sob Luis Enrique foi imediata. Com Lionel Messi, Neymar e Luis Suárez marcando muitos, o Barcelona repetiu os raros triunfos dos títulos seguidos da Liga dos Campeões, Liga Espanhola e a Copa do Rei conquistados pela primeira vez sob o comando de Pep Guardiola.

No geral, as conquistas de Luis Enrique se comparam bem às de Guardiola. O Barcelona venceu nove dos 13 títulos possíveis em seus três anos no comando, em comparação com 14 dos 19 possíveis troféus em quatro temporadas sob o comando de Guardiola.

Entre as vitórias se destacam a Liga dos Campeões (2014/2015) e o Mundial de Clubes (2015).

Em sua apresentação como treinador do Barcelona, Luis Enrique disse que sua força estava motivando os jogadores. “Eu não confio muito no conhecimento tático, ao invés disso eu me concentro em gerenciar um grupo, administrando egos”, ele disse.

“Há trabalhos que acontecem durante a semana, trabalho baseado em conhecer cada jogador. Eu tento ser tudo o que um líder é.”

Luis Enrique alcançou seu maior sucesso no início de sua passagem pelo Barcelona. Mas ele reconheceu que, ao se cansar da constante insistência e exigências do clube, sua capacidade de reunir o time diminuiu, assim como sua paciência com os jornalistas, com quem ele teve mais de um confronto.

Em março de 2017, Luis Enrique anunciou que estava deixando o Barcelona uma semana antes de seu time conseguir um dos melhores retornos da história na Liga dos Campeões.

“Eu preciso desconectar”, disse ele. “Eu vejo outros treinadores que gostam de sua profissão há anos, mas esse não é o meu caso.”

O último destaque do Barcelona no futebol mundial foi sob o comando de Luis Enrique, conquistando uma vitória por 6 a 1 sobre o Paris Saint-Germain para reverter uma derrota de 4 a 0. A energia dos jogadores passou, no entanto, a equipe caiu para a Juventus nas quartas de final da Liga dos Campeões.

Associated Press
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.