Descrição de chapéu Futebol Internacional

Com recorde de Agüero, Manchester City vence a Supercopa da Inglaterra

Atacante argentino fez os dois gols da vitória sobre o Chelsea neste domingo

São Paulo | UOL

O Manchester City conquistou o primeiro título da temporada na Inglaterra. A equipe comandada por Pep Guardiola venceu o Chelsea por 2 a 0 neste domingo (5) e venceu a Supercopa da Inglaterra, em Wembley.

O atacante argentino Sergio Aguëro marcou duas vezes para o City e tornou-se o primeiro jogador a marcar 200 gols com a camisa do clube.

O capitão Kompany, do Manchester City, levanta a taça da Supercopa da Inglaterra, tendo ao lado os brasileiros Fernandinho e o goleiro Ederson (à esquerda)
O capitão Kompany, do Manchester City, levanta a taça da Supercopa da Inglaterra, tendo ao lado os brasileiros Fernandinho e o goleiro Ederson (à esquerda) - Craig Brough/Reuters

Foi o primeiro jogo do técnico Maurizio Sarri à frente do Chelsea. Vindo do Napoli, ele substituiu Antonio Conte, demitido no final da temporada 2017/18. Embora o jogo seja visto na Inglaterra como um termômetro da temporada, os treinadores não tiveram seus elencos completos à disposição.

Do lado do Chelsea, Eden Hazard foi o maior desfalque, enquanto De Bruyne e Sterling foram as ausências mais sentidas pelo City.

Agora, as equipes se preparam para o início do Campeonato Inglês, que começará na próxima sexta-feira (10). O Chelsea visitará o Huddersfield no sábado, às 11h. Já o City irá até o estádio do Arsenal para enfrentar o rival no domingo, às 12h.

Logo no primeiro jogo da temporada, Agüero fez história. Aos 12 minutos do primeiro tempo, o argentino recebeu um passe de Foden na entrada da área e bateu no canto de Caballero, tornando-se o primeiro atleta a bater a marca dos 200 gols pelo clube.

Aguero comemora gol do Manchester City sobre o Chelsea
O atacante argentino Aguero comemora seu segundo gol na vitória de 2 a 0 do Manchester City sobre o Chelsea, na final da Supercopa da Inglaterra - John Sibley/REUTERS

O argentino teve inteligência para se posicionar bem nos contra-ataques rápidos do City e teve chance para marcar mais, mas acabou parando nas mãos de Caballero ou nos erros de pontaria.

Na etapa complementar, o City após erro de passe do jogador do Chelsea Hudson-Odoi, de apenas 17 anos, Bernanrdo Silva tocou para Agüero, que apareceu nas costas de David Luiz e bateu na saída de Cabellero. Não fosse o goleiro, que fez pelo menos quatro boas defesas, o placar teria sido ainda mais elástico.

Não faltou entrega ao Chelsea, mas a equipe teve muita dificuldade para passar pela estratégia de Guardiola e sentiu falta do belga Hazard, ainda de férias. Alguns erros pontuais acabaram comprometendo, como o erro de passe de Hudson-Odoi que resultou no segundo gol de Aguero.

Porém, até o momento da falha, o garoto de 17 anos havia levado perigo ao gol ddo Manchester City, puxando contra-ataques, carregando a bola para o meio e arriscando de fora da área. David Luiz também falhou no segundo gol ao deixar o argentino aparecer às suas costas. 

Preterido pelo técnico Antonio Conte, o zagueiro David Luiz teve nova chance como titular sob o comando de Sarri. Sua última partida havia sido  no início de fevereiro, na goleada sofrida pelo Chelsea diante do Watford no Campeonato Inglês.

Dos brasileiros que disputaram a Copa do Mundo da Rússia, apenas Fernandinho foi titular pelo City. Ederson começou no banco, assim como Gabriel Jesus.

Marcado pelo jejum de gols na Rússia, o atacante entrou no lugar de Mahrez aos 22 minutos do segundo tempo e teve duas chances boas. Na primeira, tabelou com Gundogan na entrada da área, mas a zaga levou a melhor. Depois, arrancou em velocidade, passou por David Luiz e chutou, mas Caballero fez a defesa.

David Luiz e Gabriel Jesus disputam a bola
Os brasileiros David Luiz, do Chelsea, e Gabriel Jesus, do Manchester City, disputam a bola durante a Supercopa da Inglaterra neste domingo (5), em Londres - John Sibley/Reuters

Eleito o melhor jogador da equipe na última temporada do Inglês, Willian também começou no banco por ter se apresentado somente na última quarta-feira e foi lançado no lugar de Hudson-Odoi.

No melhor lance do brasileiro, ele tentou avançar pela direita, mas foi desarmado por Laporte. Do lado do Chelsea, Sarri colocou o ítalo-brasileiro Jorginho, vindo com ele do Napoli, entre os titulares.

O jogador foi bem, mas, assim como o restante do time, também sofreu com a superioridade do rival.  

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.