Descrição de chapéu Agora Campeonato Brasileiro

Corinthians faz pior Brasileiro desde queda

Time alvinegro em 40% de aproveitamento e terminará Nacional na pior posição em 11 anos

Luciano Trindade
São Paulo

O Corinthians vai encerrar neste domingo (2), contra o Grêmio, em Porto Alegre, a sua pior participação no Campeonato Brasileiro desde o ano em que foi rebaixado para a Série B, em 2007.

Com aproveitamento de apenas 40% dos pontos, chegará aos 47 em caso de vitória sobre a equipe gaúcha. No ano passado, quando foi campeão, o time obteve essa mesma pontuação ainda no primeiro turno do campeonato.

Até a 37ª rodada, a equipe ainda não havia se livrado do risco de um novo rebaixamento. Só conseguiu isso ao empatar com a Chapecoense, em casa, por 0 a 0. Com esse resultado, somou 44 pontos.

O meia Danilo, do Corinthians, vai se aposentar no final desta temporada
O meia Danilo, do Corinthians, vai se aposentar no final desta temporada - Paulo Whitaker-25.nov.2018/REUTERS

Curiosamente, essa foi a mesma pontuação que o Corinthians teve no ano em que caiu para a Série B. Em 2018 o time só escapou do descenso porque outras equipes tiveram desempenho inferior.

Mesmo com um triunfo no Sul, o Corinthians poderá alcançar, no máximo, a 11ª colocação, a pior do time no Brasileiro nos últimos 11 anos.

A queda no rendimento corintiano, sobretudo no returno, se deve a dois fatores determinantes: o desmanche pelo qual o elenco campeão passou ao longo da temporada e as trocas de técnicos.

A debandada de jogadores começou ainda no ano passado, quando Pablo deixou o clube e voltou para o Bordeaux (FRA), logo após a confirmação do título brasileiro. 

Em janeiro, Jô foi negociado com o Nagoya Grampus, do Japão. Nos meses seguintes, outros quatro titulares também deixariam o clube alvinegro: Balbuena, Guilherme Arana, Maycon e Rodriguinho.

Ao todo, entre titulares e reservas, 14 atletas deixaram o Parque São Jorge. O clube contratou 18, dos quais apenas três terminaram a temporada como titulares: Henrique, Ralf e Thiaguinho. 

O Corinthians não conseguiu evitar nem a saída de sua comissão técnica. Em maio, o técnico Fábio Carille, 45, recebeu uma proposta do Al-Wedha, da Arábia Saudita, e deixou o time paulista acompanhado de outros cinco profissionais da agremiação.

Então auxiliar técnico, Osmar Loss, 43, foi promovido ao cargo de treinador, mas sofreu com os reforços trazidos pelo presidente corintiano, Andrés Sanchez, que não demonstraram estar à altura das baixas que o elenco teve.

Nomes como Juninho Capixaba, Danilo Avelar, Henrique, Douglas, Araos, Roger e Jonathas, por exemplo, contribuíram para que Loss conseguisse apenas 37% de aproveitamento no Nacional, com cinco vitórias, quatro empates e oito derrotas.

O ex-auxiliar acabou não resistindo à pressão da torcida e foi demitido. Jair Ventura, 39, ex-Botafogo e Santos, foi contratado em setembro.

Com o carioca, filho do ex-ponta-direita Jairzinho, o Corinthians esperava resgatar as características que predominaram nas suas últimas campanhas vitoriosas, com defesa forte e ataque preciso. Em campo, no entanto, a equipe esteve longe disso.

Além de fracassar na luta pelo título da Copa do Brasil perdendo a final para o Cruzeiro, Jair acumula no Nacional um desempenho inferior ao de Loss. Tem 33% de aproveitamento: três vitórias, cinco empates e seis derrotas. Nem a vaga na Copa Sul-Americana está garantida.

Desde o início da semana, o técnico passou a conviver com a sombra de Fábio Carille, nome que o Corinthians deseja recontratar, na tentativa de resgatar os bons resultados obtidos com ele.

Para isso, o clube terá, também, de abrir seus cofres em busca de reforços, algo que não será fácil, uma vez que a dívida do Corinthians superou os R$ 500 milhões neste semestre. O valor não contabiliza a dívida com o financiamento do Itaquerão, atualmente na casa de R$ 1,2 bilhão.

Jair Ventura deverá ser desligado do Corinthians logo após a partida contra o Grêmio.

Agora
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.