Descrição de chapéu Futebol Internacional

Jogador argentino desaparecido recebe homenagens de franceses e galeses

Avião levava atacante Emiliano Sala de Nantes para Cardiff quando sumiu dos radares

Em Nantes, homenagens se concentraram na praça central da cidade
Em Nantes, homenagens se concentraram na praça central da cidade - Loic Venance/AFP
São Paulo

As cidades de Nantes, na França, e Cardiff, no País de Gales, amanheceram nesta quarta-feira (23) com homenagens ao atacante argentino Emiliano Sala. As vigílias começaram na noite de terça.

O jogador de 28 anos está desaparecido, após um avião de pequeno porte que o transportava desaparecer dos radares enquanto sobrevoava o Canal da Mancha.

Sala tinha acabado de ser contratado pelo Cardiff junto ao Nantes, onde estava desde a temporada 2015/16. Na atual temporada do Campeonato Francês, ele marcou 12 gols.

Em Nantes, torcedores colocaram na principal praça da cidade velas, flores amarelas (cor do clube), cachecóis e uma bandeira da Argentina.

Torcedores do Cardiff homenagearam jogador recém-contratado pelo clube
Torcedores do Cardiff homenagearam jogador recém-contratado pelo clube - Rebecca Naden/Reuters

Em Cardiff, as homenagens ficaram concentradas em frente ao estádio da equipe, atualmente em 18º lugar no Campeonato Inglês.

Nesta quarta, a polícia de Guernsey, ilha próxima de onde o avião desapareceu dos radares, retomou as buscas, que duraram nove horas, mas novamente nada foi localizado.

Uma decisão sobre recomeçar o processo será tomada na manhã desta quinta (24).

Segundo comunicado divulgado no Twitter da corporação, ela trabalha com quatro hipóteses: que o avião tenha conseguido pousar em um lugar desconhecido e ainda não tenha sido feito contato; que ele tenha pousado na água, e os tripulantes, resgatados por uma embarcação, ainda sem conseguir contato; que ele tenha pousado na água, e os tripulantes, usado um bote salva-vidas; que o avião tenha quebrado no contato com a água.

O chefe da missão de resgaste, John Fitzgerald, disse que não tem esperança de encontrar Sala com vida. "Infelizmente não acredito, pessoalmente, que haja alguma esperança. Nesta época do ano, as condições climáticas são horríveis se você estiver na água", afirmou.

Com informações do UOL e AFP

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.