New England Patriots vence Kansas na prorrogação e disputará o Super Bowl

Aos 41 anos, Tom Brady supera Mahomes, 23, e jogará a sua nona final da NFL

São Paulo | AFP

O quarterback Tom Brady, 41, levou o New England Patriots ​ao Super Bowl 53 após derrotar o Kansas City Chiefs por 37 a 31 na noite deste domingo (20), durante a prorrogação da final da conferência americana.

Agora, o time enfrentará os Los Angeles Rams, que mais cedo superou o New Orleans Saints também na prorrogação. O Super Bowl está marcado para o dia 3 de fevereiro, em Atlanta.

O jogo começou com Brady dando uma vantagem de 14 a 0 para o seu time. No segundo tempo, liderado pelo quarterback Patrick Mahomes, 23, o Kansas conseguiu igualar o jogo e chegou a liderar o placar.

Tom Brady comemora vitória na final da conferência americana, contra o Kansas City Chiefs
Tom Brady comemora vitória na final da conferência americana, contra o Kansas City Chiefs - Ronald Martinez/AFP

Com o empate em 31 a 31 nos dois tempos, a partida foi para prorrogação. Nela, Tom Brady comandou o Patriots para marcar um touchdown logo na primeira campanha e garantir a vitória.

A parte final da partida teve decisões da arbitragem contestadas pelos dois times, como a marcação de uma falta em Tom Brady e de outra a favor do Kansas. As duas campanhas resultaram em pontuação.

Outro lance polêmico foi protagonizado por Julian Edelman, do Patriots. Inicialmente, a arbitragem entendeu que ele tocou na bola após um chute de retorno e não conseguiu agarrá-la, o que daria a posse para o Chiefs em uma boa posição para pontuar. Após a revisão do lance, porém, a arbitragem mudou a marcação e devolveu a bola para ao Patriots.

Com essa vitória, Brady vai jogar seu nono Super Bowl e o terceiro consecutivo. Ele tem cinco títulos. Nos dois últimos anos, sua equipe venceu o Atlanta Falcons e perdeu para o Philadelphia  Eagles.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.