Descrição de chapéu Futebol Internacional

Barcelona e Real Madrid empatam em primeiro jogo da maratona de clássicos

Rivais, que se enfrentarão mais duas vezes em um mês, ficaram no 1 a 1 pela Copa do Rei

Casemiro tenta tirar a bola de Lionel Messi no clássico espanhol pela Copa do Rei
Casemiro tenta tirar a bola de Lionel Messi no clássico espanhol pela Copa do Rei - Lluis Gene/AFP
São Paulo

No primeiro de três clássicos que farão no intervalo de um mês, Barcelona e Real Madrid empataram nesta quarta-feira (6) em 1 a 1, no Camp Nou, na partida de ida das semifinais da Copa do Rei.

Apesar da igualdade no placar, o Real pode comemorar a atuação na Catalunha. Afinal, na última vez que visitou a casa do rival, foi goleado por 5 a 1, com Messi assistindo das arquibancadas, massacre que causou a demissão do técnico Julen Lopetegui.

Santiago Solari, ex-treinador do time B, assumiu como substituto e conseguiu subir o nível da equipe, que venceu sob seu comando o Mundial de Clubes em dezembro.

No primeiro tempo, seu time poderia ter produzido vantagem ainda maior caso Vinicius Junior, estreante em clássicos contra o Barcelona, tivesse escolhido melhor ou caprichado mais em algumas jogadas perto da área.

Vinicius Junior disputa bola com Nélson Semedo, lateral do Barcelona
Vinicius Junior disputa bola com Nélson Semedo, lateral do Barcelona - Josep Lago/AFP

Apesar disso, mostrou personalidade e travou bom duelo com o lateral direito do Barça, Nélson Semedo, participando inclusive do gol que inaugurou o placar.

O brasileiro cruzou da esquerda e encontrou Benzema nas costas de Jordi Alba, que não alcançou a bola.

O francês dominou, tocou para o meio da pequena área e Lucas Vásquez se antecipou a Lenglet para fazer 1 a 0, aos 6 minutos de partida.

Nenhum jogador participou de mais gols na Copa do Rei do que Vinicius Junior até o momento. São seis assistências diretas, além de dois gols marcados por ele.

O Barcelona teve mais posse de bola no primeiro tempo, mas não conseguiu traduzir esse domínio em oportunidades e finalizou menos na meta que o adversário (dois chutes a um a favor do Real).

A derrota momentânea motivou, com apenas alguns minutos do segundo tempo, os pedidos da torcida do Barça por Lionel Messi, que começou o jogo no banco.

Mas foi justamente dos pés de seu substituto na equipe titular, Malcom, que saiu o gol de empate.

Jordi Alba foi lançado em profundidade e Keylor Navas saiu para cortar. A bola sobrou para Luis Suárez, que chutou de fora da área, na trave. No rebote, o atacante brasileiro aproveitou que Navas ainda estava fora do gol e chutou, contando com leve desvio em Carbajal antes da bola entrar, aos 13 min.​

O brasileiro Malcom comemora o gol de empate do Barcelona no Camp Nou
O brasileiro Malcom comemora o gol de empate do Barcelona no Camp Nou - Josep Lago/AFP

Logo depois, Ernesto Valverde colocou Messi em campo no lugar de Philippe Coutinho, de atuação muito apagada. A entrada do argentino, apesar de maior pressão do Barcelona, não foi suficiente para a virada.

As duas equipes voltam a se enfrentar pela Copa do Rei no próximo dia 27, no Santiago Bernabéu, em Madri. Será o segundo confronto neste mês antes de se verem novamente, dessa vez pelo segundo turno do Campeonato Espanhol, dia 3 de março, novamente na capital do país.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.