Flamengo ganha no Rio e Ceni vence no Ceará; veja os campeões estaduais

Time rubro-negro mantém tabu de 31 anos sem perder decisões para o Vasco

Rio de Janeiro e São Paulo

Confirmando o favoritismo que carregava pela superioridade técnica e também pela vitória por 2 a 0 no primeiro jogo da final, no estádio Nilton Santos, o Flamengo venceu o Vasco por 2 a 0 —com gols de Willian Arão e Vitinho—, sagrou-se campeão do Estadual do Rio e manteve o tabu de 31 anos sem perder para o rival em decisões.

O título foi o primeiro com o Flamengo sendo o gestor do Maracanã, que estava com uma ampla maioria de rubro-negros.

Quatro homens com camiseta vermelha e preta se abraçam
Willian Arão comemora seu gol contra o Vasco com companheiros do Flamengo, na final do Estadual do Rio - Mauro Pimentel/AFP

O elenco, porém, terá pouco tempo para comemorar, já que a delegação viaja para Quito (Equador) logo após o almoço desta segunda (22) para o compromisso desta quarta-feira (24), contra a LDU, que pode selar sua classificação na Copa Libertadores.

Campeonato Cearense

O Fortaleza de Rogério Ceni voltou a celebrar uma conquista cinco meses depois do título da Série B do Campeonato Brasileiro.

O time do ex-goleiro venceu o clássico contra o Ceará por 1 a 0, no Castelão, com gol de Roger Carvalho e assegurou a conquista estadual. O Fortaleza já havia vencido o primeiro jogo da decisão por 2 a 0.

Campeonato Baiano

Na Fonte Nova, o Bahia venceu o Bahia de Feira e garantiu o título baiano. Após empate por 1 a 1 no primeiro jogo, o time comandado por Roger Machado conseguiu a vitória por 1 a 0, com gol de Gilberto, e ficou com o troféu de campeão estadual.

Campeonato Paranaense

Ainda neste domingo (21), o Athletico-PR venceu o Toledo por 1 a 0 na Arena da Baixada e levou o título do Campeonato Paranaense pelo segundo ano seguido.

A disputa foi decidida nos pênaltis, por 6 a 5, já que o Toledo havia ganhado a primeira partida da final, também por 1 a 0. 

Campeonato Pernambucano

O Pernambucano também foi decidido nos pênaltis, e o Sport foi quem se deu melhor. O time enfrentou o Náutico na Ilha de Retiro, em Recife. 

A partida começou com duas expulsões logo aos 11 minutos do primeiro tempo, em uma confusão entre o atacante Hernane e o zagueiro Suéliton. Com a bola rolando, o Sport saiu na frente com Guilherme Augusto, mas o Náutico conseguiu a virada com Diego e Jorge Jiménez.

Apesar da derrota no tempo regulamentar, o Sport conseguiu se recuperar e venceu o rival nos pênaltis (4 a 3). Foi o 42º título pernambucano na equipe.

Campeonato Catarinense

O estadual de Santa Catarina também foi decidido nos pênaltis, depois de Avaí e Chapecoense empatarem em 1 a 1 neste domingo (21). Os gols foram de Régis, pelo Chapecoense, e Alex Silva, pelo Avaí.

Nas cobranças, quem levou a melhor foi o Avaí, por 4 a 2. A final foi disputada em um único jogo. 

Campeonato Mineiro

No sábado, o Cruzeiro venceu o Campeonato Mineiro pelo segundo ano consecutivo após empatar com o Atlético-MG por 1 a 1, no Independência. 

Elias abriu o placar para o Atlético-MG, mas Fred, em cobrança de pênalti, igualou o resultado.

O Cruzeiro conquistou o Campeonato Mineiro de forma invicta. A equipe venceu 11 dos 16 jogos que disputou no torneio e empatou outros cinco.

Vice-líder na primeira fase, o Cruzeiro havia vencido o jogo de ida por 2 a 1, no Mineirão.

Campeonato Gaúcho

O estadual do Rio Grande do Sul foi decidido na quarta (17), com vitória do Grêmio sobre o Internacional. O time agora é bicampeão gaúcho.

As partidas de ida e volta da final terminaram em 0 a 0, então o título foi decidido nos pênaltis, por 3 a 2. O jogo foi tenso, com direito a duas utilizações do VAR, confusão com expulsão de D'Alessandro no banco de reservas e 14 minutos de acréscimos no total.

A taça de 2019 é a 38ª conquista estadual do Grêmio, que venceu o campeonato de 2018 em cima do Brasil de Pelotas.

UOL

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.