Descrição de chapéu Campeonato Paulista

Major Olimpio diz que ganhou medalha de Andrés em festa do Corinthians

Jogadores demonstram incômodo com presença de políticos durante celebração

Luciano Trindade
São Paulo

Jogadores do Corinthians demonstraram incômodo com a presença de três políticos no pódio onde o clube recebeu a premiação pela conquista do Campeonato Paulista, no domingo (21), após a vitória por 2 a 1 sobre o São Paulo, no Itaquerão.

O senador Major Olimpio (PSL-SP) era um dos políticos no local. Ainda no gramado, ele recebeu de presente do presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, uma das medalhas que o clube ganhou.

"Recebi [a medalha] do Andres Sanchez, pois ele disse 'quero que um corintiano receba a medalha e você é meu amigo e corintiano'", disse o senador nesta segunda-feira (22), em mensagem de texto enviada à Folha.

Momentos após a partida, o parlamentar postou em sua conta nas redes sociais fotos nas quais aparece com a medalha. Ele vestia uma camisa amarela da seleção brasileira com o número 17, de seu partido, o PSL, o mesmo do presidente Jair Bolsonaro.

Nas eleições de 2018, Bolsonaro derrotou no segundo turno o candidato Fernando Hadadd, do PT, pelo qual Andrés Sanchez elegeu-se deputado federal em 2014. Ele ocupou o cargo de 2015 a 2018.

A reportagem procurou o cartola corintiano para confirmar o motivo da entrega da medalha ao senador, mas ele não respondeu até a publicação deste texto.

Por meio de sua assessoria de imprensa, o clube disse que não iria se pronunciar e que apenas seguiu o protocolo determinado pela Federação Paulista de Futebol (FPF).

Além de Major Olimpio, o deputado estadual Cauê Macris (PSDB-SP) e o secretário estadual de esportes, Aildo Rodrigues, também estiveram na festa no gramado a convite da Federação Paulista de Futebol, segundo as suas assessorias de imprensa.

Presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Macris ergueu a taça de campeão junto com o capitão do Corinthians, o goleiro Cássio. O camisa 12 do time alvinegro disse não ter gostado da situação.

"Eu não vi [que era um político], só vi que tinha uma pessoa puxando a taça, e eu puxava para erguer. Eu não sabia [quem era]. Geralmente eles me dão a taça e eu ergo. Vi depois que era um político. O que interessa é que o Corinthians foi campeão, todo mundo ergueu a taça e saiu feliz da arena", afirmou.

Em nota, a assessoria do parlamentar disse que Macris também esteve presente no Allianz Parque, no ano passado, durante a decisão do Estadual de 2018.

"O deputado Cauê Macris foi convidado pela Federação Paulista para acompanhar o jogo e fazer a premiação, igualmente como no ano passado, na final Corinthians x Palmeiras. Claro que, como corintiano, ele aproveitou para comemorar o campeonato junto com seu time."

O próprio deputado divulgou em sua conta no Instagram o momento em que levanta a taça com Cássio.

Procurada para explicar a razão dos convites aos políticos, a FPF não se pronunciou.

A atitude de Macris foi reprovada pelo atacante corintiano Vagner Love, autor do segundo gol da equipe.

"Fico bolado com essa parada aí. Quem tem que estar ali é a gente, os amigos, família, os companheiros que ralam no dia a dia. Mas entrou ali, participou, levantou o troféu. Não sei quem é, mas tenho certeza de que o cara é corintiano, torceu e ficou feliz pelo título", afirmou.

O volante Ralf também disse não ter concordado com a situação. "Tem hora que encosta tanta gente, que a gente nem sabe de onde vem. Era um momento nosso. Não vi essa foto [na qual aparece o deputado Cauê Macris], nem sei quem é a pessoa. Seria legal se fôssemos só nós, mas essa pessoa teve a oportunidade de estar ali, deve conhecer alguém", afirmou. ​

Senador Major Olimpio (PSL-SP) exibe a medalha que diz ter ganhado do presidente do Corinthians durante festa de premiação do clube
Senador Major Olimpio (PSL-SP) exibe a medalha que diz ter ganhado do presidente do Corinthians durante festa de premiação do clube - Reprodução/Twitter
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.