Descrição de chapéu Seleção Brasileira

Após ação de David Luiz, construtora tira do ar anúncio que zombava 7 a 1

Empresa recordou choro do atleta na derrota do Brasil para a Alemanha na Copa de 2014

Marcos Guedes
São Paulo

O zagueiro David Luiz, 32, do Chelsea, tomou medidas judiciais contra um anúncio publicitário da construtora Wemake. Após a ação do atleta, a empresa retirou de suas redes sociais as peças que faziam referência a ele.

“Quando você contrata amadores para cuidar do sonho da sua família, é quase certeza de 7 a 1”, afirmava o texto, acompanhado da imagem do beque chorando. Havia ainda a frase “só queria dar alegria ao meu povo”, dita pelo paulista após a derrota por goleada da seleção brasileira para a Alemanha, na Copa do Mundo de 2014.

O pedido inicial de liminar feito pelo jogador, que solicitava a remoção do conteúdo, foi negado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP). Mesmo assim, a Wemake excluiu a propaganda de seus perfis no Facebook e no Instagram.

O zagueiro David Luiz, do Chelsea, é frequentemente ligado ao 7 a 1 - Phil Noble - 28.abr.19/Reuters

De acordo com o juiz Sérgio Fernandes, da 2ª Vara Cível (Indaiatuba), David Luiz declarou que “não autorizou a ré a utilizar a sua imagem, em especial de forma pejorativa”, e se queixou do “constrangimento diante do cunho difamatório da postagem realizada”.

O magistrado, porém, indeferiu o pedido. “Os fatos são controvertidos e somente podem ser melhor analisados sob o contraditório”, justificou.

A reportagem não conseguiu localizar o advogado de David Luiz responsável pelo pedido de liminar, Marcio Fernando Andraus Nogueira.

Já a Wemake afirmou não ter recebido qualquer notificação e preferiu não prestar maiores esclarecimentos. Questionada sobre o motivo de o anúncio não estar mais nos canais de comunicação da construtora, a empresa se limitou a dizer que o conteúdo é gerado por uma agência.

 
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.