Messi marca duas vezes, chega ao gol 600 e deixa Barcelona perto da final

Time espanhol derrotou o Liverpool por 3 a 0 na primeira semifinal da Champions League

Lionel Messi cobra a falta que resultou no terceiro gol do Barcelona e o 600 dele pelo clube espanhol
Lionel Messi cobra a falta que resultou no terceiro gol do Barcelona e o 600 dele pelo clube espanhol - John Sibley/Reuters
S√£o Paulo

Houve a lei do ex, o azar ingl√™s e a genialidade de Lionel Messi. Por esses tr√™s fatores, o Barcelona goleou o Liverpool por 3 a 0 nesta quarta (1), no Camp Nou, na partida de ida da semifinal da Champions League e est√° perto da decis√£o, marcada para 1¬ļ de junho, em Madri.

Com dois gols, Messi chegou aos 600 com a camisa do Barcelona.

No jogo de volta, o Barcelona poder√° perder por at√© dois de diferen√ßa. Pode tamb√©m ser derrotado por tr√™s, desde que fa√ßa gols, para se classificar. O Liverpool precisa da vantagem de quatro gols. Se devolver os 3 a 0, o confronto vai para a prorroga√ß√£o. 

A diferen√ßa entre as duas equipes no primeiro tempo foi o gol de Luis Su√°rez, que defendeu o Liverpool entre 2011 e 2014. Ele mostrou oportunismo ao desviar chute de Jordi Alba. 

Foi o primeiro do uruguaio na Champions League desta temporada. Seu √ļltimo havia sido contra a Roma, nas quartas de final no ano passado.

Com tamanho jejum no torneio, Su√°rez n√£o quis saber do costume dos atacantes de n√£o comemorar gols marcados contra times em que atuaram. Ele celebrou muito. 

Com velocidade no ataque e Salah concentrando as a√ß√Ķes ofensivas, o Liverpool equilibrou o jogo contra o Barcelona nos primeiros 45 minutos. S√≥ n√£o conseguiu criar grandes oportunidades por faltar capricho na finaliza√ß√£o ou no passe final. O melhor exemplo aconteceu quando o eg√≠pcio partiu em velocidade e falhou no toque que deixaria Man√© na cara do gol.

A marca√ß√£o montada pelo t√©cnico alem√£o Jurgen Klopp foi eficiente dentro da caracter√≠stica de seu esquema t√°tico, de pressionar a marca√ß√£o e roubar a bola poucos segundos ap√≥s perder a posse.

Para fugir disso, o Barcelona abriu o jogo e quando acharam espa√ßo para conduzir a bola, Vidal e Rakitic se destacaram.

Houve ocasi√Ķes em que o Barcelona pecou pelo excesso de preciosismo. Rakitic e Vidal (este j√° no segundo tempo) receberam bolas livres na √°rea e em vez de finalizar, tentaram dar passes.

Para fechar mais o setor direito da defesa, Ernesto Valverde trocou o brasileiro Philippe Coutinho pelo lateral Semedo, adiantando Sergi Roberto.

Klopp, que j√° havia trocado o volante Keita por Henderson por causa de contus√£o, mandou o Liverpool atacar na etapa final. E duas vezes a equipe poderia ter empatado. Em ambas, o goleiro Ter Stegen salvou, em chutes de Salah e Milner. 

O egípcio Salah lamenta chance perdida pelo Liverpool, em que acertou a trave
O egípcio Salah lamenta chance perdida pelo Liverpool, em que acertou a trave - Sergio Perez/Reuters

Com o Liverpool pressionando a sa√≠da de bola cada vez mais, o Barcelona come√ßou a se complicar por n√£o se render ao chut√£o, mesmo que fosse a melhor sa√≠da. Por insistir no toque curto, erravam passes em posi√ß√Ķes perigosas. Mas os espanh√≥is tinham sorte, como no cruzamento de Henderson que ia na dire√ß√£o de Salah, mas bateu nas costas de  Wijnaldum e foi para o goleiro.

A mesma sorte que sorriu para definir o placar no lance em que Andy Robertson fez o desarme dentro da √°rea nos p√©s de Su√°rez, que acertou o travess√£o. Mas com Alisson ca√≠do e o gol aberto, a bola ficou com Messi, que completou para a rede aos 30 do 2¬ļ tempo. Foi o gol 599 de Messi com a camisa do Barcelona.

O 600 demorou sete minutos e veio quando o Liverpool partiu para frente. O argentino acertou uma falta no √Ęngulo esquerdo. Era tamanha a noite do Barcelona que na sequ√™ncia, Roberto Firmino teve um chute salvo em cima da linha e, no rebote, Salah acertou a trave quando nem goleiro havia.

A partida de volta acontece na pr√≥xima ter√ßa (7), no est√°dio de Anfield. No dia seguinte, o Ajax recebe o Tottenham. Depois de vencer na Inglaterra por 1 a 0, jogar√° pelo empate para avan√ßar √† final.

Tópicos relacionados

Coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.