Virada do Liverpool foi segunda maior da Champions; veja outras

Clube inglês goleou o Barcelona por 4 a 0 para ir à final da competição europeia

São Paulo

A classificação histórica do Liverpool (ING) sobre o Barcelona (ESP) na semifinal da Champions League entrou para a seleta lista das maiores viradas da competição europeia.

Após perder o jogo de ida na Catalunha por 3 a 0, os ingleses venceram por 4 a 0 nesta terça-feira (7) e garantiram uma vaga na decisão do torneio.

 

Algumas das maiores viradas da Champions envolvem justamente o Barcelona. Porém, a maior delas, ao contrário do que ocorreu em Anfield nesta terça, foi a favor dos catalães.

Quatro gols de diferença

Nas quartas de final da edição 2016/2017, o clube espanhol perdeu a partida de ida para o Paris Saint-Germain (PSG) por 4 a 0, na capital francesa. Na volta, no Camp Nou, goleou o PSG por 6 a 1 e foi à semifinal.

Foi a primeira e única vez que um time conseguiu reverter uma vantagem de quatro gols construída no confronto de ida.

Três gols de diferença

Além do feito do Liverpool na atual edição do torneio, somente em outras duas oportunidades a equipe que saiu atrás com um déficit de três gols conseguiu a virada. 

Na temporada passada (2017/2018), o Barça venceu a Roma (ITA) por 4 a 1 em casa no primeiro jogo da fase de quartas de final. Na volta, sofreu revés por 3 a 0 dos italianos e caiu fora da competição.

De Rossi e Alessandro Florenzi, da Roma, comemoram vitória sobre o Barcelona na Champions
De Rossi e Alessandro Florenzi, da Roma, comemoram vitória sobre o Barcelona na Champions - Alessandro Bianchi -11.abr.18/Reuters

Em 2003/2004, assim como o time catalão, o Milan (ITA) superou o Deportivo La Coruña (ESP) por 4 a 1 no San Siro, em Milão, também válido pelas quartas de final. No duelo de volta, na Espanha, o La Coruña reverteu a série com um triunfo por 4 a 0 e se classificou.

 

Dois gols de diferença

Em toda a história da Champions, vantagens de dois gols de diferença no mata-mata só puderam ser revertidas em dez ocasiões, nove delas por equipes que fizeram o segundo jogo em casa. O que torna o feito do Manchester United na atual edição algo impressionante.

Edinson Cavani conforta Mbappé após eliminação do PSG pelo Manchester United
Edinson Cavani conforta Mbappé após eliminação do PSG pelo Manchester United - Geoffroy van der Hasselt - 6.mar.19/AFP

Pelas oitavas de final, depois de perder a partida de ida para o PSG, na Inglaterra, por 2 a 0, os ingleses foram a Paris e venceram pelo placar de 3 a 1, classificando-se para a fase seguinte.

Confira outras vantagens de dois gols revertidas na história da Champions:

1999/2000 - Quartas de final
Chelsea 3 x 1 Barcelona
Barcelona 5 x 1 Chelsea

2003/2004 - Quartas de final
Real Madrid 4 x 2 Monaco
Monaco 3 x 1 Real Madrid

2011/2012 - Oitavas de final
Napoli 3 x 1 Chelsea
Chelsea 4 x 1 Napoli

2012/2013 - Oitavas de final
Milan 2 x 0 Barcelona
Barcelona 4 x 0 Milan

2013/2014 - Oitavas de final
Olympiacos 2 x 0 Manchester United
Manchester United 3 x 0 Olympiacos

2013/2014 - Quartas de final
Paris Saint-Germain 3 x 1 Chelsea
Chelsea 2 x 0 Paris Saint-Germain

2014/2015 - Quartas de final
Porto 3 x 1 Bayern de Munique
Bayern de Munique 6 x 1 Porto

2015/2016 - Quartas de final
Wolfsburg 2 x 0 Real Madrid
Real Madrid 3 x 0 Wolfsburg

2018/2019 - Oitavas de final
Atlético de Madrid 2 x 0 Juventus
Juventus 3 x 0 Atlético de Madrid

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.