Descrição de chapéu Copa América

Após derrota, técnico critica gramado e diz que Argentina está no caminho certo

Argentina volta a campo na quarta (18), no Mineirão, contra Paraguai

Alex Sabino João Pedro Pitombo
Salvador

Após a derrota da Colômbia, o técnico da seleção da Argentina, Lionel Scaloni, minimizou o resultado de 2 a 0 na partida de estreia da Copa América neste sábado (15) e criticou o estado do gramado da Arena Fonte Nova, em Salvador. Scaloni, que fazia a sua estreia como técnico da argentina em partidas oficiais, elogiou a atuação da Colômbia e disse que a seleção argentina teve bons momentos na partida. 

“Acredito que estamos no caminho. Em alguns momentos, fomos superiores. Em outros, eles foram. Até tomarmos o gol, estivemos bem. Obviamente gostaríamos que fosse diferente, mas agora não tem o que fazer”, afirmou o treinador argentino, que ainda reclamou da qualidade do gramado da Arena Fonte Nova e classificou como "lamentável" a situação do campo ainda na primeira partida do torneio. 

Lionel Scaloni reclama do estado do gramado da Arena Fonte Nova. Juan Mabromata/AFP - AFP

Scaloni afirmou que irá corrigir os erros cometidos na primeira partida, como a ocupação dos espaços dentro de campo, mas evitou comentar o desempenho individual dos jogadores. “Não vou culpar um ou outro. Somos um grupo”, disse o técnico da Argentina

Apesar do tropeço, o treinador demonstrou confiança na classificação à fase de mata-mata. Também destacou que ainda tem duas partidas na fase de grupos e que a seleção argentina “certamente passará” para a segunda fase. “É melhor ficar com o que foi bom e consertar os erros que tivemos ao longo da partida. É apenas o primeiro jogo da Copa América”.

O técnico da Colômbia Carlos Queiroz, por sua vez, elogiou a atuação coletiva da sua equipe, destacando a concentração, esforço e bravura dos jogadores.  

“Fizemos um excelente trabalho. Vamos anotar as lições de hoje e manter o espirito”, afirmou o treinador, destacando que a vitória foi apenas uma primeira etapa rumo à classificação para a segunda fase.

Questionado sobre como a equipe conseguiu neutralizar Lionel Messi em campo, Carlos Queiroz reforçou a disciplina e concentração de seu time. Mas destacou que é impossível neutralizar o craque argentino: “Não é possível neutralizá-lo. A gente tenta controlar um pouco”.

Na próxima quarta (19), a Argentina enfrenta o Paraguai, no Mineirão. No mesmo dia, a Colômbia joga contra o Catar, no Morumbi.  

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.