Descrição de chapéu Copa América

Argentina se classifica com a primeira vitória na Copa América

Time de Messi venceu o Qatar com gols de Lautaro Martínez e Aguero, em Porto Alegre

Paula Sperb
Porto Alegre

Começou como um tango, dramático e intenso como a luta da Argentina pela continuidade na Copa América. Mas a partida contra o Qatar, neste domingo (23), em Porto Alegre, terminou como uma chacarera, ritmo argentino festivo e cadenciado, em sintonia com o alívio da classificação que veio com o 2 a 0 sobre os qatarianos, a primeira vitória dos argentinos na competição.

Segundo a Conmebol, a partida teve um público de 41.390 pessoas (39.100 pagantes e 2.290 não pagantes, para uma renda de R$ 7,9 milhões. Embora a rivalidade entre brasileiros e argentinos seja quase uma tradição, os gaúchos, no geral, simpatizam com os vizinhos pela proximidade cultural e geográfica e torceram pela Argentina.

Argentinos comemoram com Aguero o segundo gol diante do Qatar
Argentinos comemoram com Aguero o segundo gol diante do Qatar - Henry Romero/Reuters

Desde a quinta (20) até este domingo, 12.032 argentinos entraram no Brasil pelas cidades de fronteira do Rio Grande do Sul, segundo a Polícia Federal. Foram ao menos 12 argentinos barrados porque constam na lista de torcedores com histórico de violência, fornecida pelo governo da Argentina.

Logo no início do primeiro tempo, Lautaro Martínez abriu o placar e aliviou a pressão para a classificação, que dependia de vitória por qualquer diferença. Martínez, no jogo anterior, ficou irritado ao ser substituído no segundo tempo contra o Paraguai, mas foi escalado novamente por Lionel Scaloni para a partida em Porto Alegre.

A cinco minutos do fim do primeiro tempo, o Qatar teve a primeira chance de empatar, mas não conseguiu marcar.

O segundo gol da Argentina foi de Aguero, aos 37 minutos do segundo tempo, e levantou a torcida, que parecia tensa com a possibilidade de empate do Qatar –um empate bastaria para desclassificar a seleção sul-americana.

O anel superior da Arena do Grêmio estava lotado, assim como na partida do Uruguai contra o Japão, na última quinta-feira. Porém, em comparação, a torcida dos argentinos soou mais alto que a dos vizinhos uruguaios, do apoio ao time às vaias contra o adversário.

Além das camisetas alvicelestes, os uniformes mais vistos na Arena foram os da dupla Grenal (Grêmio e Internacional). Os gaúchos foram ao estádio principalmente para ver a estrela da Argentina, Leionel Messi, que não marcou neste domingo, mas ajudou sua seleção a garantir um lugar na próxima fase.

Nas quartas de final, os argentinos enfrentarão a Venezuela, segunda colocada do Grupo A, na próxima sexta-feira (28), no Maracanã.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.