Descrição de chapéu Copa do Mundo Feminina

Empresas exibem jogos do Brasil e liberam funcionários na Copa feminina

Seleção enfrentará Austrália nesta quinta-feira (13), às 13h

São Paulo

Em época de Copa do Mundo masculina, funcionários de empresas dos mais diversos setores já sabem: dia de jogo da seleção brasileira é dia de folga ou, no mínimo, de meio expediente. Para o Mundial feminino, que acontece na França, companhias decidiram repetir ações para que os trabalhadores acompanhem o Brasil.

É o caso, por exemplo, da Loggi, empresa de entregas expressas, que instalou um telão na sede da startup, que fica na região da Avenida Paulista, em São Paulo, para que os funcionários assistam às partidas da seleção brasileira.

Segundo a empresa, dos mais de 600 funcionários, 47% são mulheres. Quem não quiser ver os jogos do Brasil no escritório, será liberado para assistir ao jogo em outro local.

Campanha similar faz o Banco Votorantim, que instalou telões em um auditório recém-inaugurado no edifício da empresa para o Mundial. Além disso, o Votorantim levará ex-jogadoras da seleção brasileira para assistir aos jogos e interagir com os funcionários.

Na Copa do Mundo masculina, em 2018, os funcionários ganharam folga em dias de jogos do Brasil e nem foram ao escritório.

Trabalhadores do Grupo Boticário também serão liberados durante do expediente para acompanharem a seleção, que disputa mais jogos na fase de grupos do Mundial: Austrália, na quinta (13), às 13h, e Itália, na terça (18), às 16h.

A companhia de cosméticos lançou uma campanha chamada "Com você eu jogo melhor", na qual convida outras marcas e torcedores a demonstrarem o apoio às atletas brasileiras.

"O torneio de futebol feminino é a oportunidade para levarmos esse movimento adiante, criando consciências positivas sobre o tema e adotando uma atitude transformadora”, diz Lia Azevedo, vice-presidente de Recursos Humanos, Comunicação e Sustentabilidade do Grupo Boticário.

A Ambev é outra grande empresa que disponibilizará telões e televisores para que os funcionários assistam aos jogos "com refrigerante, cerveja e pipoca para todos". Ainda segundo a marca, a ideia é "ter as mesmas ações realizadas durante o Mundial masculino, no ano passado".

A Prefeitura de São Paulo também vai suspender o expediente de seus servidores em dias de jogos do Brasil. A medida só não valerá para atividades consideradas essenciais e que não podem ser interrompidas, como os serviços de saúde e o trabalho da Guarda Civil Metropolitana, que continuarão normalmente.

Segundo o decreto publicado no Diário Oficial da Cidade, as horas não trabalhadas em decorrência da suspensão deverão ser compensadas até o dia 30 de setembro de 2019. A Copa do Mundo de Futebol Feminino acontece neste ano na França e deve durar até o dia 7 de julho.

O expediente na Prefeitura de São Paulo será suspenso nos seguintes dias e horários:

13 de junho (quinta-feira), às 11h 
18 de junho (terça-feira), às 14h 
25 de junho (terça-feira), às  11h 
27 ou 28 de junho (quinta ou sexta-feira), às14h 
2 ou 3 de julho (terça ou quarta-feira), às 14h ​

As datas preveem o caminho até a final. O Brasil encerra a sua participação na primeira fase no dia 18.

Jogos da seleção na Copa

Brasil 3 x 0 Jamaica
A seleção venceu a Jamaica, por 3 a 0, na estreia da Copa do Mundo feminina. Com três gols de Cristiane, não teve dificuldade no jogo que não contou com a camisa 10 da equipe, Marta.

Brasil x Austrália
Dia: Quinta-feira (13)
Horário: 13h (de Brasília)
Transmissão: Globo, SporTV e Band

Brasil x Itália 
Dia:terça-feira (18)
Horário: 16h (de Brasília)
Transmissão: Globo e SporTV

 
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.