Descrição de chapéu Copa do Mundo Feminina

EUA fazem 13 a 0 na Tailândia e registram maior goleada da história das Copas

Seleção norte-americana superou os 11 a 0 da Alemanha sobre a Argentina em 2007

São Paulo

Logo em seu primeiro jogo na Copa do Mundo feminina da França, a seleção dos Estados Unidos, tricampeã mundial, já fez história.

Nesta terça-feira (11), as americanas venceram a Tailândia por 13 a 0, no Stade Auguste-Delaune, em Reims, e registraram a maior goleada da história dos Mundiais, superando a vitória de 11 a 0 da Alemanha sobre a Argentina na edição de 2007.

Megan Rapinoe comemora um dos 13 gols da seleção americana sobre a Tailândia
Megan Rapinoe comemora um dos 13 gols da seleção americana sobre a Tailândia - Lionel Bonaventure/AFP

Nas Copas do Mundo masculinas, a maior goleada aconteceu em 1982, na Espanha, quando a Hungria venceu El Salvador pelo placar de 10 a 1.

O destaque da vitória americana sobre as tailandesas foi a atacante Alex Morgan, colega de Marta no Orlando Pride (EUA), que marcou cinco vezes e ainda deu três assistências .

É a segunda vez na história da competição que uma jogadora registra essa marca em um único jogo. A primeira foi também uma americana, Michelle Akers, que também anotou cinco na goleada de 7 a 0 dos Estados Unidos sobre Taiwan, nas quartas de final da Copa do Mundo de 1991.

Rose Lavelle (2), Sam Mewis (2), Lindsey Horan, Megan Rapinoe, Mallory Pugh e Carli Lloyd fecharam o triunfo por 13 a 0 nesta terça, em Reims.

Outro recorde alcançado pelo time dos EUA foi a variação de marcadoras no placar. É a primeira vez na Copa do Mundo feminina que sete jogadoras diferentes marcam em uma mesma partida do torneio.

 

Segundo informações da Fifa, os Estados Unidos tiveram 75% de posse de bola na partida e deram 39 chutes a gol, contra apenas dois da Tailândia. As americanas ainda completaram 547 passes, enquanto as asiáticas trocaram somente 128 toques.

A equipe da técnica Jill Ellis inicia de forma expressiva sua campanha rumo ao quarto título mundial. As americanas conquistaram as edições de 1991, 1999 e 2015, esta última com Ellis no comando. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.