Brasileiro Didi é selecionado no Draft da NBA

O capixaba será enviado para o New Orleans Pelicans

São Paulo

O jogador de basquete brasileiro Didi, ala do Sesi/Franca Basquete, foi selecionado pelo Atlanta Hawks como a 35ª escolha do Draft da NBA, a liga de basquete dos EUA. O atleta de 19 anos, entretanto, foi enviado para o New Orleans Pelicans. 

"É um sonho. Isso para mim não tem preço. Também dedico para a minha mãe e vó, sempre batalharam para ter o melhor para mim. Estou bem emocionado e sem palavras para descrever este momento que estou vivendo", disse o jogador em entrevista coletiva, antes de se apresentar para a mídia americana, nesta sexta-feira (21).

O jogador de basquete Didi
O jogador de basquete Didi - Reprodução Instagram/didi

"Meu estilo de jogo é bem defensivo, sou um cara muito bom na defesa. Também gosto bastante de infiltração e venho aprimorando meu jogo na saída de bloqueio, então isso é um pouco do meu jogo. Tenho que melhorar muito mais. Procuro sempre contribuir no ataque de uma forma boa", completou.

Marcos Henrique Louzada Silva, o Didi, ascendeu rapidamente no basquete brasileiro. Há duas temporadas, o ala passou a jogar com regularidade pelo Franca no NBB. Na temporada 2018/19, recém-terminada, ele atuou em média 19 minutos por jogo e foi uma das peças importantes no vice-campeonato da equipe paulista. 

Desde o ano passado, o atleta capixaba também passou a ser chamado pelo técnico da seleção brasileira, Aleksandar Petrovic, para defender a equipe principal após se destacar pelo time sub-21 do país. Sua presença na Copa do Mundo da China, em setembro, é praticamente certa.

Por isso, o ala já vinha sendo observado pelos olheiros americanos há algum tempo, e seu nome começou a aparecer na lista de possíveis selecionáveis por uma das 30 equipes da liga no ano passado.

Em abril, ele participou de um dos principais eventos para observação de jovens talentos nos EUA, o Nike Hoop Summit.

Em fevereiro, na última edição do Jogo das Estrelas do NBB, realizado em Franca, Didi foi um dos atletas mais festejados pela torcida local.

"Fiquei bastante emocionado. Ainda não me sinto muito uma estrela, é uma coisa nova para mim, estou tentando me acostumar com isso", ele afirmou timidamente na ocasião.

No mesmo evento, o veterano Leandrinho, 36, já torcia para que o jovem seguisse o caminho da NBA. "O Didi está pronto, é a hora de ele ir embora. Acredito que ele está bem melhor do que eu, tem mais corpo do que eu quando saí daqui", afirmou o campeão da NBA com o Golden State Warriors, que se tornou uma espécie de conselheiro do jovem.

Segundo os dados da Liga Nacional de Basquete, Didi tem 1,95 m de altura e 84 kg.

O último brasileiro a entrar na NBA pelo Draft foi Bruno Caboclo, escolhido pelo Toronto Raptors na 20ª posição em 2014. No ano passado, o país não teve inscritos no processo.

Já em 2017, após não ter entrado na liga como uma das 60 escolhas da noite do Draft, o armador Georginho assinou um contrato com o Houston Rockets, mas nem chegou a estrear na NBA e retornou ao Brasil.

Quatro jogadores do país terminaram a última temporada da liga americana sob contrato: Nenê (Houston Rockets), Raulzinho (Utah Jazz), Cristiano Felício (Chicago Bulls) e Bruno Caboclo (Memphis Grizzlies).

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.