Com lesão na coxa, Andressa Alves está fora da Copa do Mundo

Atacante da seleção brasileira confirmou o corte do Mundial nesta terça (18)

Lucas Neves
Valenciennes (França)

A atacante Andressa Alves, um dos principais nomes da campanha brasileira na Copa do Mundo da França, está fora do Mundial.

A jogadora do Barcelona sentiu a coxa esquerda no treino de segunda (17) e um exame de imagem realizado nesta terça revelou uma lesão muscular no local. A própria atleta fez questão de anunciar seu corte do torneio em sua conta no Instagram.

Andressa em ação na derrota por 3 a 2 para a Austrália, na 2ª rodada da fase de grupos
Andressa em ação na derrota por 3 a 2 para a Austrália, na 2ª rodada da fase de grupos - Jean-Paul Pelissier/Reuters

"Difícil escrever qualquer coisa nesse momento, acabei me lesionando ontem no treino, uma lesão na coxa e estou fora da Copa do Mundo, com certeza é o pior dia pra mim dentro do futebol, eu não consigo acreditar que no meu melhor momento aconteceu isso tenho um sentimento de frustração enorme, de raiva. Hoje e durante o resto da Copa vou ser mais uma torcedora apaixonada pela seleção, gritando todos os minutos, temos um grande jogo hoje e confio no nosso time. Tenho certeza que vamos fazer uma grande partida. Torçam pela gente. Deus é bom o tempo todo", postou Andressa na rede social.

Atuando mais na armação de jogo, Andressa foi uma das atletas com melhor desempenho no elenco brasileiro nas duas primeiras rodadas. Na estreia, contra a Jamaica, mostrou-se essencial para a vitória que pôs fim a uma sequência de nove derrotas da equipe.

A atacante é a quinta jogadora brasileira a ter uma lesão constatada após a convocação do time para o Mundial. Em 17 de maio, um dia depois de o técnico Vadão anunciar suas escolhidas, a atacante Adriana foi cortada do grupo por causa de uma ruptura de ligamento no joelho esquerdo ocorrida durante um jogo do Campeonato Paulista.

Quando a equipe já fazia sua aclimatação em Portugal, no começo de junho, a lateral Fabiana sentiu a coxa direita. Para substitui-la, foi chamada a atleta Poliana, do São José (SP).

Por fim, a dois dias do primeiro jogo da seleção na França, a zagueira Érika sentiu a panturrilha. Vadão então convocou Daiane (do PSG) para o seu lugar.

Ainda nos treinos em Portugal, no fim de maio, a atacante Marta, estrela da equipe, lesionou a coxa esquerda. Por isso, não entrou em campo contra a Jamaica. Na volta, contra a Austrália, fez um gol de pênalti que deu fôlego ao Brasil, mas a equipe sentiu sua saída no intervalo e acabou cedendo a virada às oponentes.

Outra veterana e âncora do grupo, a meia Formiga deixou o campo com fortes dores no pé esquerdo na metade do confronto com as australianas. Exames posteriores, porém, não constaram nada grave. De qualquer forma, suspensa por ter recebido dois cartões amarelos, ela não poderia encarar as italianas nesta terça.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.