Para Daniel Alves, quem vaia a seleção brasileira, vaia o país

Lateral reclamou da torcida nos jogos anteriores da equipe na Copa América

Carlos Petrocilo Marcos Guedes
São Paulo

Uma das vozes mais críticas da reação da torcida à seleção nas partidas anteriores à Copa América, o lateral Daniel Alves elogiou o público que foi ao Itaquerão na goleada deste sábado (22). O Brasil venceu o Peru por 5 a 0 e terminou a primeira fase na liderança do Grupo A. 

Para o jogador mais experiente do elenco de Tite, vaiar a seleção brasileira é como vaiar o país.

"Eu já falei antes que a gente está aqui representando um país. Se você nos vaia, está vaiando o seu país", disse o lateral que atua no Paris Saint-Germain, a mesma equipe de Neymar.

Daniel Alves salta para disputar a bola com peruano Cueva durante vitória da seleção brasileira
Daniel Alves salta para disputar a bola com peruano Cueva durante vitória da seleção brasileira - Nelson Almeida/AFP

Durante a partida contra a Bolívia (vitória por 3 a 0) e Venezuela (empate em 0 a 0), o público presente no Morumbi e Fonte Nova vaiou o desempenho do time.

Daniel Alves ficou mais surpreso com os apupos em Salvador. Ele garantira antes da partida que o público baiano não seria hostil à seleção.

"Na Bahia o axé é diferente. As pessoas sentem falta da seleção, dessa energia que a seleção leva onde passa", afirmou.

A vitória sobre o Peru foi mais tranquila porque o Brasil conseguiu fazer gols nos primeiros 15 minutos, algo que não havia acontecido nos outros jogos. Segundo o jogador, isso fez com que a torcida jogasse junto.

"Não pode ter ansiedade. No final das contas, a gente está aqui, faz nosso trabalho. A gente só está fazendo o nosso trabalho para se conectar com o nosso povo", completou o lateral.

Não é a primeira vez que Daniel Alves relaciona o sentimento de pátria à seleção para pedir apoio. Antes da Copa do Mundo de 2014,  ele havia reclamado que os jornalistas brasileiros deveriam imitar os espanhóis, que apoiam muito mais a equipe.

"Eles morrem pela seleção deles", declarou na época. 

O Brasil jogará as quartas de final da Copa América na próxima quinta (27), em Porto Alegre, contar o 3º colocado dos Grupo B ou C. A definição acontecerá até a noite de segunda-feira (24). 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.