Descrição de chapéu Futebol Internacional

Aos 35 anos, holandês Robben anuncia aposentadoria do futebol

Atacante decidiu encerrar carreira após defender o Bayern de Munique por dez anos

São Paulo

O atacante holandês Arjen Robben, 35, anunciou nesta quinta-feira (4) sua aposentadoria do futebol.

Robben estava sem clube depois que seu contrato com o Bayern de Munique (ALE) se encerrou ao final da última temporada. O jogador atuou pelo clube alemão por dez temporadas e conquistou oito títulos da Bundesliga, além de uma Champions League.

Robben comemora gol contra o Eintracht Frankfurt no dia de sua despedida do Bayern
Robben comemora gol contra o Eintracht Frankfurt no dia de sua despedida do Bayern - Christof Stache/AFP

O anúncio da aposentadoria foi feito em uma carta aberta do jogador publicada pelo site holandês Ziggo Sport.

"É sem dúvidas a decisão mais difícil que eu tive de tomar na minha carreira. Uma decisão em que coração e mente se colidiram. É hora de um novo capítulo e estou ansioso para passar mais tempo com minha esposa e meus filhos e aproveitar tudo de bom que vem pela frente", escreveu Robben.

No Twitter, o perfil oficial da seleção holandesa homenageou o atleta. "Parabéns pela fantástica carreira @ArjenRobben", publicaram.

Arjen Robben iniciou sua trajetória no Groningen (HOL) com apenas 16 anos. As boas atuações no clube chamaram a atenção do PSV (HOL), uma das três principais forças do futebol holandês. Com a equipe de Eindhoven, conquistou o título nacional na temporada 2002/2003.

Sua carreira deu um salto quando foi contratado pelo Chelsea, do bilionário russo Roman Abaramovich, em 2004. Na Inglaterra, foi campeão da Premier League em duas oportunidades (2004/2005 e 2005/2006, ambas com o português José Mourinho no comando.

Em 2007, o Real Madrid anuncia a contratação do holandês. No clube, sagrou-se campeão espanhol em 2007/2008.

Foi com a camisa do Bayern de Munique, porém, que Robben se imortalizou. Em dez anos na Baviera, conquistou oito títulos da Bundesliga, cinco Copas da Alemanha, quatro Supercopas alemãs e a Champions League 2012/2013, marcando o gol da vitória na final contra o Borussia Dortmund aos 44 minutos do segundo tempo.

Pela seleção holandesa, foi vice-campeão mundial em 2010, na África do Sul, quando os holandeses caíram para a Espanha na decisão. Na Copa do Mundo de 2014, a Holanda ficou na terceira colocação após vencer o Brasil por 3 a 0.

Quase sempre atuando como um ponta-direita, Arjen Robben se caracterizou por uma jogada que, mesmo ao longo dos anos e com o peso da idade, seus marcadores não puderam decifrar. Partindo da direita, o holandês cortava para o meio e buscava a finalização. Foram muitos gols dessa forma, uma marca do seu jogo e da vitoriosa carreira que construiu com algumas das mais importantes camisas do futebol mundial.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.