Descrição de chapéu Futebol Internacional

Sem Neymar e Marta, Tite é o brasileiro na lista para melhor do mundo

Entre os atletas, Lionel Messi é o solitário representante sul-americano

São Paulo

​​Tite, técnico da seleção, é o único brasileiro com chance de ser eleito melhor do mundo no prêmio anual da Fifa.

Ele está na lista dos dez treinadores indicados pela entidade. Na escolha de melhor jogador, não há nenhum atleta do país nas categorias masculina e feminina. 

Entre as brasileiras, Marta, vencedora seis vezes e atual dona do troféu, não foi selecionada. Neymar, que teve temporada interrompida por lesões e problemas fora de campo, também não foi indicado. Um dos nomes esperados era o do goleiro Alisson, do Liverpool (ING), mas não recebeu indicação. 

Tite acena para a torcida após a conquista da Copa América deste ano, no Maracanã
Tite acena para a torcida após a conquista da Copa América deste ano, no Maracanã - Pilar Olivares-7.jul.19/Reuters

Tite é um dos quatro sul-americanos na lista divulgada pela Fifa. Os outros são os argentinos Ricardo Gareca (seleção do Peru), Marcelo Gallardo (River Plate-ARG) e Mauricio Pochettino (Tottenham Hotspur-ING). 

Eles vão disputar o prêmio de melhor da temporada com o argelino Djamel Belmadi (seleção da Argélia), o francês Didier Deschamps (seleção da França), o espanhol Pep Guardiola (Manchester City-ING), o alemão Jurgen Klopp (Liverpool-ING), o português Fernando Santos (seleção de Portugal) e o holandês  Erik ten Hag (Ajax-HOL).

O maior trunfo para Tite é o título da Copa América deste ano, mas contam também a seu favor os resultados, mesmo de amistosos. Em 38 partidas no comando da seleção, a equipe sofreu apenas duas derrotas.

O prêmio de melhor técnico é entregue desde 2016 e um brasileiro jamais foi vencedor. O atual dono do troféu é Didier Deschamps, eleito por causa do título mundial obtido pela França no ano passado, na Rússia.

Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, único sul-americano indicado, podem voltar a vencer na categoria de melhor jogador, algo que aconteceu entre 2008 e 2017. A sequência foi interrompida por Luka Modric em 2018. Os astros de Juventus (ITA) e Barcelona (ESP), respectivamente, são dois dos dez nomes divulgados pela Fifa. 

Modric não entrou sequer na relação dos dez melhores para 2019. 

Ronaldo e Messi vão concorrer com os holandeses Frank de Jong (indicado pelo Ajax-HOL, mas agora no Barcelona-ESP), Matthis de Ligt (indicado pelo Ajax-HOL, mas agora na Juventus-ITA) e Virgil van Dijk (Liverpool-ING), o inglês Harry Kane (Tottenham Hotspur-ING), o belga Eden Hazard (indicado pelo Chelsea-ING, mas agora no Real Madrid-ESP), o senegalês Sadio Mane (Liverpool-ING), o francês Kylian Mbappé (PSG-FRA) e o egípcio Mohamed Salah (Liverpool-ING). 

O anúncio do vencedor e a entrega do prêmio acontecerão em cerimônia a ser realizada em Milão, na Itália, no próximo dia 13 de setembro.

Entre as mulheres, uma das favoritas é a americana Megan Rapinoe, líder da seleção dos Estados Unidos campeã mundial neste ano na França e eleita a melhor do torneio. Ela é uma das quatro jogadoras da equipe vencedora da Copa do Mundo que estão na lista da Fifa. Está ao lado de Alex Morgan, Julie Ertz e Rose Lavelle.

As demais indicadas são as inglesas Lucy Bronze e Ellen White, as norueguesas Caroline Graham Hansen e Ada Heggerberg, as francesas Amandine Henry e Wendie Renard, a australiana Sam Kerr e a holandesa Viviane Miedema. 

Nenhum sul-americano foi indicado na categoria para melhor técnico (ou técnica) do futebol feminino. Seis homens e quatro mulheres entraram na lista: Milena Bertolini (seleção da Itália), Jill Ellis (seleção dos Estados Unidos), Peter Gerhardsson (seleção da Suécia), Futoshi Ikeda (seleção sub-20 do Japão), Antonia Is (seleção sub-17 da Espanha), Joe Montemurro (australiano que comanda o Arsenal-ING), Phi Neville (seleção inglesa), Reynald Pedros (seleção da França), Paul Riley (inglês treinador do North Carolina Courage-EUA) e Sarina Wiegman (seleção da Holanda).

Para cada categoria, a Fifa vai divulgar os três finalistas em uma data ainda a ser definida. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.