Descrição de chapéu Pan-2019

Bolsonaro exalta Forças Armadas em elogio ao Brasil no Pan

Delegação brasileira conseguiu melhor desempenho de sua história em Lima

São Paulo

Após a melhor campanha da história do Brasil em Jogos Pan-Americanos, o presidente Jair Bolsonaro (PSL)  usou sua conta no Twitter para parabenizar os atletas brasileiros e ressaltar a influência das Forças Armadas no êxito.

"54,3% [dos medalhistas] são atletas das nossas Forças Armadas", publicou.

No Pan de Lima, o Brasil bateu seu recorde de pódios em um só evento, com 171 medalhas (55 de ouro), superando as 157 obtidas no Rio-2007. Segundo lugar no quadro geral, atrás dos Estados Unidos, o país volta agora suas atenções à Olimpíada de Tóquio, em 2020.

Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília
Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília - Adriano Machado - 9.ago.2019/REUTERS

O Programa Forças no Esporte, no Ministério da Defesa, existe desde 2008 como uma parceria junto ao então Ministério do Esporte, hoje rebaixado ao status de secretaria. Teve grande destaque, primeiro, nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, em 2015, e depois nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, quando foi responsável por mais de 84% das medalhas brasileiras no evento.

O programa cresceu sobretudo após os Jogos Militares, disputados no Brasil em 2011, visando a sequência Pan e Olimpíada entre 2015 e 2016, quando a Defesa era chefiada por Aldo Rebelo no governo Dilma Rousseff.

Em troca do incentivo financeiro, os atletas devem atender às convocações feitas pelas Forças Armadas para competições, apresentar relatórios de treinamento e desempenho, mas segundo a entidade, não há obrigatoriedade para que o esportista preste continência quando estiver no pódio.

Em 2018 com o governo Michel Temer, o esporte brasileiro sofreu cortes no programa Bolsa Atleta e, desde o início de 2019, redução no patrocínio de empresas estatais.

Em abril deste ano, Bolsonaro anunciou o pagamento da bolsa aos atletas cortados por Temer —em Lima, mais de 70% dos medalhistas receberam algum tipo de bolsa.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.