Descrição de chapéu Pan-2019

Brasileiro quebra braço e três costelas após queda com cavalo no Pan

Ruy Fonseca, 46, se apresentava no conjunto completo de equitação

São Paulo

O atleta brasileiro Ruy Fonseca, 46, do hipismo, quebrou o braço e três costelas ao ser atingido por seu cavalo após uma queda durante a disputa dos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, neste sábado (3). 

O cavaleiro fazia sua participação na prova do conjunto completo de equitação (CCE) quando seu cavalo Ballypatrick SRS tropeçou em um dos obstáculos do circuito. O animal —que segundo a equipe brasileira pesa entre 550 e 600 kg— caiu sobre o atleta, que permaneceu no gramado após o incidente.

Apesar do susto, ambos passam bem, segundo o COB (Comitê Olímpico Brasileiro). 

Também por causa da queda Ruy terá de passar por uma cirurgia no ombro, que não é considerada de emergência. Os médicos aguardam a melhora clínica do atleta para determinar se o procedimento será feito em Lima ou no Brasil. Ele permanece em observação.

"Nós fomos azarados", disse Ruy do hospital à Federação Internacional de Hipismo. "Toda a equipe médica, os organizadores e o médico do COB fizeram um ótimo trabalho. A equipe [brasileira] fez um ótimo trabalho e eu gostaria de estar com eles amanhã.”  ​

Ruy é um cavaleiro experiente, com diversas medalhas em Pans: já levou um ouro (Mar del Plata-1995), uma prata (Toronto-2015) e dois bronzes (Guadalajara-2011 e Toronto-2015).

Primeira das três provas que compõem o CCE, o adestramento aconteceu nesta sexta-feira (2). Neste sábado (3), houve o cross-country e, no domingo (4), acontece o salto. A soma do resultado das três provas define os pódios por equipe e individual. Quem ganhar medalha de ouro ou de prata se classifica para a Olimpíada de Tóquio, no ano que vem.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.