Cruzeiro anuncia demissão de Rogério Ceni

Treinador é desligado após um mês em meio à frente da equipe mineira

São Paulo

O Cruzeiro anunciou no início da noite desta quinta-feira (26) a demissão do técnico Rogério Ceni, 46. A decisão foi tomada após uma reunião do técnico com a diretoria do time mineiro, na Toca da Raposa.

A curta passagem de Ceni pela equipe de Minas Gerais durou somente oito partidas, durante um mês e meio, no qual ele somou duas vitórias, dois empates e quatro derrotas.

Atualmente, o time mineiro soma 19 pontos no Campeonato Brasileiro e corre o risco de terminar a 21ª rodada na zona de rebaixamento.

Técnico Rogério Ceni
Técnico Rogério Ceni comanda a equipe do Cruzeiro - Reuters

​"O Cruzeiro Esporte Clube informa que Rogério Ceni não é mais o técnico da equipe", diz trecho da nota divulgada pela diretoria cruzeirense. "[Ele] deixa o clube acompanhado de seus auxiliares Danilo Augusto da Silva, Charles Herbert e Nelson Simões Júnior", acrescenta.

A situação do treinador na equipe vinha se desgastando desde a segunda partida contra o Internacional, pela semifinal da Copa do Brasil, quando o time mineiro foi eliminado com uma derrota por 3 a 0 e o técnico teve seu trabalho questionado publicamente pelo meia Thiago Neves.

"Na minha opinião, você querer mudar dois, três jogadores fora de casa é muita coisa, ainda mais de um time que vem formado. E o pior de tudo é avisar isso na preleção, nem sequer treinamos com essa formação, são erros que não podemos cometer em partidas como essa", afirmou o atleta.

No final de semana seguinte à queda no torneio mata-mata, o time voltou a ser derrotado, deste vez no Nacional, pelo Grêmio, por 4 a 1, o que piorou o clima no vestiário.

Sem vencer há quatro partidas no Brasileiro, o Cruzeiro apenas empatou com o Ceará na quarta-feira (25), jogo que acabou sendo o último de Ceni à frente da equipe.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.