Descrição de chapéu Velocidade

Hamilton vence no México e fica mais perto do título mundial de F-1

Em terceiro, Valtteri Bottas impede conquista antecipada do inglês

São Paulo

Com a vitória no GP do México, neste domingo (27), Lewis Hamilton está ainda mais perto do hexacampeonato mundial de F-1. O inglês ficou duas posições à frente do seu companheiro da Mercedes, o finlandês Valtteri Bottas, único que pode superá-lo nesta temporada.

No próximo GP, disputado em 3 de novembro, nos Estados Unidos, Hamilton precisa somar apenas quatro pontos para conquistar o título, o equivalente a um oitavo lugar.
 

O inglês Lewis Hamilton comemora vitória no GP do México, neste domingo (27)
O inglês Lewis Hamilton comemora vitória no GP do México, neste domingo (27) - Pedro Pardo/AFP

A situação é bastante confortável para o piloto inglês. A três corridas do fim da temporada, Hamilton pode ser campeão mesmo sem pontuar. Para isso, basta Valtteri Bottas não vencer qualquer uma das corridas restantes.

Além do GP dos EUA, a temporada 2019 da F-1 ainda terá provas no Brasil (17 de novembro) e nos Emirados Árabes Unidos (1º de dezembro).

Hamilton podia ser campeão mundial já neste fim de semana, mas precisava impor uma diferença de 14 pontos para Bottas no circuito mexicano Hermanos Rodríguez.

O inglês largou em terceiro lugar, mas ele e o holandês Verstappen se tocaram logo no início e ambos foram para a grama, perdendo posições. 

Precisando se recuperar, Hamilton imprimiu ritmo forte e a Mercedes adotou estratégia de apenas uma parada, ainda na 24ª volta. Com isso, ele teve de completar 47 das 71 voltas da prova com um jogo de pneus mais desgastado do que o de Sebastian Vettel, da Ferrari —que terminou a prova na segunda posição—, e Bottas, que estavam logo atrás.

Mesmo assim, o inglês contou com o melhor desempenho da Mercedes para garantir a 83ª vitória da sua carreira, ficando a apenas oito de empatar com o alemão Michael Schumacher como o maior vencedor da história.

“O resultado foi incrível, a equipe continua trabalhando muito focada. Foi uma sequência de voltas muito grande com esses pneus e estou muito feliz. O GP do México sempre foi difícil para nós, mas hoje o carro foi ótimo. Não foi fácil manter as Ferraris atrás da gente”, disse Hamilton após a prova.

É a segunda vitória de Hamilton no México —a primeira foi em 2016. Em 2017 e 2018, o inglês foi o quarto colocado.

Desde que chegou à Mercedes, o inglês acumula 62 vitórias, uma média de oito por temporada. Esse desempenho lhe rendeu 4 de seus 5 títulos na categoria. O primeiro título mundial de Hamilton foi com a McLaren, em 2008, seu segundo ano na F-1.

Com o resultado, Hamilton lidera a classificação geral com folga. O inglês tem 363 pontos, 74 à frente de Bottas. Leclerc, da Ferrari, está em terceiro, com 236 pontos.

Se conquistar o hexacampeonato, Hamilton ficará a apenas um de igualar o recorde de Michael Schumacher, sete vezes campeão da principal categoria do automobilismo.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.