Santos pede que racistas e xenófobos deixem de torcer para o clube

Time respondeu a ofensas de parte da torcida contra o volante Fabinho, do Ceará

São Paulo | UOL

Na noite de sexta (18), o Santos usou as redes sociais para pedir que os torcedores preconceituosos deixem de torcer para o time e não compareçam aos jogos, em reação aos insultos de parte da torcida a jogadores do Ceará, durante partida pelo Campeonato Brasileiro na Vila Belmiro na última quinta-feira (17).

"Se você é racista, preconceituoso ou xenófobo, por favor, não compareça aos jogos do Santos FC, não seja Sócio Rei e não use nossos produtos oficiais. Melhor ainda: deixe de torcer para o Santos. Você não merece esse clube e não bem-vindo em nossa casa", postou.

No comunicado, o Santos ainda diz que a arquibancada é um espaço para "quase" todos, menos para racistas e xenófobos.

"Nossa arquibancada é espaço para quase todos: temos santistas de todas as raças, idades, origens, moradores de todas as partes do Brasil, gêneros, diferentes posições políticas, opções, gostos e credos. Só não temos espaço para preconceituosos", disse.

Torcida do Santos durante partida contra o Fortaleza pelo Campeonato Brasileiro
Torcida do Santos durante partida contra o Fortaleza pelo Campeonato Brasileiro - Amanda Perobelli - 25.ago.2019/Reuters

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.