Yan Gomes é o 2º brasileiro campeão da liga de beisebol dos EUA

Ele defende o Washington Nationals, que ganhou título inédito na World Series

São Paulo

O brasileiro Yan Gomes, 32, foi o segundo brasileiro campeão da World Series da MLB (Major League Baseball).

Ele atuou como catcher (jogador de defesa que recebe os arremessos do lançador) do Washington Nationals na sétima e decisiva partida contra o Houston Astros na madrugada desta quinta (31). A equipe da capital americana venceu por 6 a 2. Foi a primeira franquia da cidade a conquistar o título do beisebol desde 1924, quando se chamava Washington Senators.

Paulo Orlando foi o primeiro brasileiro campeão da World Series. Ele era um dos outfielders (defensores externos) do Kansas City Royals no título de 2015.

Yan Gomes comemora título do Nationals na World Series
Yan Gomes comemora título do Nationals na World Series - Troy Taormina/USA Today Sports

Gomes, que completou em 2019 sete anos na MLB, é natural de Mogi das Cruzes (SP) e se mudou para os Estados Unidos com a família aos 12 anos. Em 2012, foi o primeiro brasileiro a estrear na liga, pelo Toronto Blue Jays. Em sua estreia, ele viu o público levantar várias bandeiras brasileiras e colocar uma faixa lhe dando as boas vindas.

“Quando vi aquilo, percebi o quanto representava não apenas para mim, mas para minha família e o país. Foi um dia muito emocionante”, ele disse para o blog “La Vida Baseball”.

A conquista do Nationals, que venceu a série de sete partidas por 4 a 3, foi uma das grandes zebras da história recente da Major League Baseball. Nas casas de apostas, o Astros tinha o maior favoritismo desde 2007, quando o Boston Red Sox passou com facilidade pelo Colorado Rockies.

Foi a primeira vez em 115 anos de World Series que um time se sagrou campeão após vencer quatro jogos fora de casa.

Ninguém ganhou em seus domínios, fato sem precedentes nas principais ligas esportivas profissionais americanas com finais nesse modelo (MLB, NBA e NHL).

Gomes foi titular em quatro partidas. De acordo com os números divulgados pela MLB, seu contrato é de US$ 7 milhões anuais (R$ 28 milhões).

O brasileiro conseguiu o título na segunda tentativa. Em 2016, ele era o catcher reserva do Cleveland Indians derrotado pelo Chicago Cubs também no sétimo e último jogo.

Gomes atuou no jogo do título deste ano por causa da lesão sofrida por Kurt Suzuki, o catcher favorito do arremessador Max Scherzer, escalado para começar a partida.

No ano passado, o brasileiro foi cogitado como possível contratação do New York Mets, algo que o colocaria no maior mercado esportivo americano, mas que não teve boas temporadas desde 2017, quando perdeu na World Series. Em vez disso, foi adquirido pelo Nationals em uma troca fechada no final de novembro.

Apesar da conquista da World Series, a temporada de 2019 não foi a melhor da carreira de Gomes, atrapalhado por lesões. Sua média de rebatidas na temporada regular foi de 22,3%. Nos playoffs foi um pouco melhor: 24,1%. Mas tão importante quanto isso é a solidez defensiva, já que o catcher precisa ter entrosamento com o arremessador e a confiança dele.

Gomes é casado com Jenna Hammaker, filha do arremessador Atlee Hammaker, que atuou na MLB por quatro equipes de 1981 a 1995. O casal se conheceu na Universidade do Tennesseee, quando Atlee aconselhou à filha que não namorasse nenhum jogador de beisebol.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.