Ex-número 1, Wozniacki anuncia aposentadoria do tênis aos 29 anos

Dinamarquesa disputará Australian Open em janeiro como seu último torneio

São Paulo

A tenista dinamarquesa Caroline Wozniacki anunciou nesta sexta-feira (6) que se aposentará do esporte aos 29 anos de idade.

Ex-número 1 do mundo, posto que ocupou por 71 semanas, Wozniacki disputará sua última competição no tênis profissional no próximo mês de janeiro, com a participação no Australian Open, palco de seu único título de Grand Slam (2018) na carreira.

Caroline Wozniacki disputou três Olimpíadas e tem um título de Grand Slam
Caroline Wozniacki disputou três Olimpíadas e tem um título de Grand Slam - Noel Celis/AFP

"Eu sempre disse para mim mesma que, quando chegasse a hora de querer fazer mais coisas longe do tênis, seria a hora de parar. Nos últimos meses, percebi que há muito na minha vida que eu gostaria de alcançar fora das quadras. Casar-me com David foi uma dessas metas e começar uma família com ele, continuar a viajar o mundo e ajudar a aumentar a conscientização sobre a artrite reumática [próximo projeto] são as paixões que me motivam agora", disse a tenista, com uma postagem no Instagram.

A artrite reumática citada pela tenista é uma doença autoimune que causa dor e inflamação geralmente nas articulações dos punhos e das mãos.

Em outubro do ano passado, meses depois de ter conquistado o Australian Open, a dinamarquesa revelou em entrevista coletiva que sofria da doença, o que vinha atrapalhando seu desempenho recente apesar da tentativas de tratamento.

Caroline Wozniacki tem 30 títulos profissionais na carreira. Campeã do Grand Slam australiano, a tenista foi duas vezes vice do US Open (2009 e 2014).

Presente em três Olimpíadas, também foi a responsável por carregar a bandeira da Dinamarca na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.