Com Paula e Hortência, NBA reúne garotas para treinos em São Paulo

Liga promove 1ª temporada de treinamentos só para meninas no país

São Paulo

A NBA terá no início de março sua primeira temporada de treinos destinada apenas a meninas no Brasil. O evento ocorrerá no fim de semana do Dia Internacional da Mulher, entre 6 e 8 de março, no Clube Alto dos Pinheiros, na zona oeste de São Paulo.

Hortência, 60, e Paula, 57, nomes históricos do basquete brasileiro, vão participar. Elas serão responsáveis por uma palestra no dia que fechará a programação e em seguida vão à quadra para um treinamento com as garotas, com idade limitada entre 12 e 17 anos.

O “Girls Camp” é parte do NBA Basketball School, programa da liga norte-americana de ensino do basquete pelo mundo. De acordo com a organização, o interesse feminino pelo esporte cresceu significativamente, motivo pelo qual haverá um fim de semana exclusivo para as meninas.

NBA Basketball Scholl. São Paulo, 11 de julho de 2019. Fotos: Alexandre Carvalho/FOTOP
Observada pelo jogador Alex Garcia, garota arma arremesso na NBA Basketball School - Divulgação - 11.jul.19/NBA

“Temos visto cada vez mais o público feminino acompanhando a NBA, mais meninas em nossos eventos”, afirmou o diretor da NBA no Brasil, Rodrigo Vicentini. “Elas estão jogando basquete e se divertindo em nossos programas. Ter Paula e Hortência, ícones do nosso esporte, vai ser muito especial.”

A inscrição, que dá direito a uniforme, vai de R$ 999,99 (sem hospedagem) a R$ 1.399,99 (com hospedagem). De acordo com a organização, haverá vagas reservadas para garotas sem capacidade de pagar, ligadas a projetos sociais, e para pessoas com deficiência.

Com o mote “a quadra é delas”, o evento será quase exclusivamente feminino. As instrutoras serão todas mulheres, professoras das unidades da NBA Basketball School espalhadas pelo Brasil.

Haverá, porém, uma presença masculina. José Neto, 48, treinador da seleção feminina de basquete, será um dos palestrantes. Também falará Samia Hallage, psicóloga do esporte com trabalhos realizados para o COB (Comitê Olímpico do Brasil).

“Pensamos no desenvolvimento do esporte tendo a educação como base. Para que isso aconteça em um volume cada vez maior, é fundamental fomentar o basquete durante todo o processo de formação de crianças e jovens”, disse Arthur Borelli, diretor da agência responsável pela implantação da NBA Basketball School no Brasil.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.