Descrição de chapéu Tóquio 2020

CEO da Olimpíada diz estar terrivelmente preocupado com coronavírus

Toshiro Muto descarta que os Jogos deixem Tóquio, mas número de turistas pode cair

São Paulo

O CEO da Olimpíada de Tóquio reconheceu estar "terrivelmente preocupado" com o impacto que a epidemia de coronavírus pode ter sobre os Jogos, marcados para começar em 24 de julho.

Com 33 casos confirmados de pessoas contaminadas até esta quarta-feira (5), o Japão é o país mais afetado pela doença depois da China, onde a epidemia iniciou na província de Hubei.

Oficiais usando roupa especial levam uma pessoa que está debaixo de um lençol azul para uma base policial de Yokohama, após apresentar sintomas do coronavírus enquanto estava a bordo do navio Diamond Princess
Oficiais usando roupa especial levam uma pessoa para uma base policial de Yokohama, após apresentar sintomas do coronavírus - Kyodo/Reuters

"O crescimento do contágio do coronavírus ameaça jogar um balde de água fria na animação dos Jogos e estou terrivelmente preocupado com isso", disse Toshiro Muto, chefe-executivo do evento.

"Em cooperação com o governo e com a Prefeitura de Tóquio, nós queremos estar certos de que tomamos as medidas apropriadas para evitar que a doença se espalhe. Espero que essa situação se resolva o mais rápido possível", completou.

Muto nega qualquer possibilidade de a Olimpíada ser transferida para outro país, mas reconhece que a gravidade da epidemia pode afetar a liberdade de movimentação de pessoas e reduzir o número de turistas dispostos a viajar a Tóquio para acompanhar as competições. Ele não disse quantos são esperados.

Torneios qualificatórios já tiveram de ser remarcados, como o de futebol feminino, levado de Wuhan, na China, para a Austrália. Mesmo com a transferência, as datas tiveram de mudar, porque a seleção chinesa foi obrigada a ficar um período em quarentena.

A Federação Internacional de Basquete mudou o Pré-Olímpico feminino de Soshan, na China, para Belgrado, na Sérvia, e o Mundial indoor de atletismo de Nanjing foi transferido para 2021. Todos os jogos de futebol no país asiático foram cancelados por tempo indeterminado.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.