Morre aos 40 anos o narrador esportivo Cadu Cortez

Vítima de infarto, jornalista trabalhava na plataforma de streaming DAZN

São Paulo

Morreu nesta terça-feira (3) o jornalista, apresentador e narrador esportivo Carlos Eduardo Sica Cortez, conhecido como Cadu Cortez.

Ele foi vítima de um infarto fulminante quando voltava de Buenos Aires (Argentina), onde estava a trabalho

No dia 25 de fevereiro, Cadu completou 40 anos e postou uma mensagem numa rede social para lembrar a data. 

“To melhor que há 10, 20 anos... e como eu costumo não me enganar, o dia não está sendo dos melhores. Faz parte. Deve ser o tal do inferno astral atrasado. Vida que segue!!! Dias melhores pra todos”. 

Só que a vida não seguiu e estas são as últimas linhas da história de um jornalista que adorava contar histórias. 

Cadu foi grande ao enxergar as oportunidades que teria pela frente. Após formar-se em jornalismo pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), o rádio abriu as portas para o início da carreira brilhante que construiu.

Passou por Nativa, Bandeirantes, Eldorado, Sul-América Trânsito e 105 FM. Ao longo da trajetória profissional, conquistou espaço, ganhou amigos e se encantou por seus ídolos. 

“O Cadu era um cara alegre, divertido, tirador de sarro. Imitava os ídolos dele do rádio. Fazia amigos por onde passava”, diz a prima, a jornalista Isabel Campos. Talentoso, foi do rádio para a TV e internet. 

Com passagens por TV Cultura, SBT e Fox Sports, o profissional trabalhava atualmente no DAZN, plataforma esportiva de streaming.

Cadu Cortez era jornalista e narrador do DAZN, plataforma de streaming esportiva
Cadu Cortez era jornalista e narrador do DAZN, plataforma de streaming esportiva - DAZN/Divulgação

Em nota, o DAZN lamentou a morte do narrador, que estava na empresa desde o ano passado, onde narrava principalmente jogos do Campeonato Italiano.

"Estamos profundamente entristecidos com a morte prematura de Cadu Cortez, um narrador talentoso, respeitado e querido por todos nós. Hoje marca um dia muito triste para o DAZN e o mundo do esporte. Cadu foi um profissional vibrante, cuja personalidade vivaz nos entreteve em diversos momentos. Sempre nos lembraremos dele pelo dinamismo e pela paixão que ele nutria pelo esporte. Ele sem dúvida fará muita falta. Estendemos nossos pensamentos e apoio à família e aos amigos do Cadu, nesse momento de despedida e tristeza", afirmou o DAZN.

Na TV, trabalhou como repórter no Programa do Ratinho, do SBT, foi apresentador de programas na TV Cultura e desempenhou paralelamente o trabalho como narrador na Sky e no Fox Sports.

Entre 2002 e 2011, também narrou eventos esportivos da marca Red Bull. Cadu Cortez chegou ao DAZN no ano passado.

A saúde estava em dia. Cadu cuidava da alimentação —sempre saudável— e praticava corrida e tênis, que era uma paixão.

“Cadu contaminava o ambiente com luz, alegria e felicidade. A marca que deixa é a de ter sorrisos ao seu lado. Ele queria ver as pessoas bem e felizes”, afirma a jornalista Carolina Ercolin, sua amiga há 17 anos.

Carlos Eduardo Sica Cortez deixa um filho de 14 anos e a noiva.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.