Descrição de chapéu Tóquio 2020

Olimpíada tem ao menos US$ 8 bi em contratos; veja patrocinadores

Montante se refere a direitos de transmissão e patrocínios, do COI e de Tóquio-2020

São Paulo

O adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio mexe não só com o maior evento esportivo do planeta, mas com uma indústria bilionária de direitos de televisão e patrocinadores.

Para a edição japonesa foram firmados mais de US$ 3 bilhões de dólares em contratos de patrocínios domésticos com o Comitê Olímpico Internacional (COI), o triplo do obtido em qualquer outra edição e o que a torna o evento esportivo mais patrocinado da história, segundo o jornal Financial Times.

Ainda de acordo com a publicação, a empresa de publicidade Dentsu liderou um esforço baseado no apelo patriótico do evento que conseguiu reunir US$ 1 bilhão com 15 desses patrocinadores.

É preciso considerar também as receitas gerais da entidade. O COI indica que, do faturamento que obteve no último ciclo olímpico (2013 a 2016), aproximadamente 73% (US$ 4,2 bilhões) envolvem contratos de direitos de transmissão e 18% (US$ 1 bilhão) são provenientes de seu programa de patrocínios, no qual 14 empresas ocupam a principal categoria.

O montante do ciclo atual, que culminará com os Jogos de Tóquio, ainda não foi divulgado, mas a tendência é que seja bem superior, ainda mais com um ano adicional de duração por causa do adiamento.

Nenhum patrocinador se pronunciou de forma oficial até agora sobre a decisão anunciada pelo COI e pelo governo japonês nesta terça (24) e como serão feitas as renegociações dos seus contratos para o evento do ano que vem, que pelo menos oficialmente deverá continuar sendo chamado de Tóquio-2020.

Anéis olímpicos em Odaiba, na capital japonesa, sede dos Jogos de 2020
Anéis olímpicos em Odaiba, na capital japonesa, sede dos Jogos de 2020 - Behrouz Mehri/AFP

O TAMANHO DOS JOGOS

US$ 26 bilhões
é a estimativa de custos mais recente do Japão com o evento, após uma auditoria governamental, incluindo gastos do comitê organizador e do poder público. Oficialmente, o comitê organizador aponta US$ 12,6 bilhões

US$ 5,7 bilhões
foi o total das receitas do COI no último ciclo olímpico (quatro anos). Cerca de 73% são referentes a direitos de transmissão (US$ 4,2 bilhões), e 18%, a contratos de patrocínios (US$ 1 bilhão)

US$ 3 bilhões
é o valor dos contratos de patrocínio domésticos firmados para Tóquio-2020

Principais patrocínios do COI
Airbnb
Alibaba
Atos
Bridgestone
Coca-Cola
Dow
General Electric
Intel
Omega
Panasonic
Procter & Gamble
Samsung
Toyota
Visa

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.