Mãe de Pep Guardiola morre vítima do coronavírus

Dolors Sala Carrio tinha 82 anos e vivia em Barcelona

São Paulo

Dolors Sala Carrio, 82, mãe do técnico espanhol Pep Guardiola, morreu nesta segunda (6), depois de ser diagnosticada com coronavírus. Ela vivia em Barcelona, cidade onde o filho começou a carreira de jogador e treinador.

O anúncio foi feito pelo Manchester City, atual clube do treinador.

Dona Dolors, mãe de Guardiola, em foto de arquivo pessoal na década de 2010
Dolors Sala Carrió, mãe de Guardiola, em foto de arquivo pessoal na década de 2010 - Reprodução

" A família Manchester City está arrasada ao relatar a morte de Dolors Sala Carrió, mãe de Pep, em Manresa, Barcelona, ​​depois de contrair o coronavírus. Ela tinha 82 anos.​ Todos do clube enviam sua mais sincera simpatia neste momento mais angustiante para Pep, sua família e todos os seus amigos", disse o texto nas redes sociais.

No mês passado, Guardiola havia feito doação de 1 milhão de euros (R$ 5,6 milhões) para a Fundação Angel Soler Daniel para a compra de equipamentos de saúde a serem usados no combate ao coronavírus.

O treinador também postou um vídeo pedindo para os torcedores ficarem em casa como parte de esforço nacional no Reino Unido e na Espanha para ajudar o sistema de saúde dos países.

Pep Guardiola, técnico do Manchester City, após partida contra o Manchester United em Old Trafford
Pep Guardiola, técnico do Manchester City, após partida contra o Manchester United em Old Trafford - Phil Noble=9.mar.20/Reuters
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.