Uefa pede mérito esportivo e espera terminar torneios em campo

Entidade diz que prioridade é finalizar ligas nacionais, mesmo com outro formato

São Paulo

O comitê executivo da Uefa determinou nesta quinta (23) que as classificações para as competições europeias da próxima temporada devem obedecer a critérios esportivos, mesmo que as ligas nacionais sejam canceladas por causa da pandemia de coronavírus.

Apesar disso, a entidade continua a defender que a melhor solução é finalizar os torneios em campo, mesmo que seja necessário mudar o regulamento dos campeonatos, quase sempre disputados no sistema de pontos corridos.

Bandeiras da Uefa em frenta à sede da entidade, em Nyon, na Suíça
Bandeiras da Uefa em frenta à sede da entidade, em Nyon, na Suíça - Denis Balibouse/Reuters

A decisão foi uma resposta a movimentos de clubes que desejavam ver as vagas para a próxima Champions League determinadas pelo ranking histórico da competição.

Uma das possibilidades mais discutidas é a de que, se os torneios não forem finalizados em campo, a classificação final seja determinada pela média de pontos obtida até o momento da interrupção.

Bélgica e Escócia querem cancelar suas ligas nacionais nesta temporada e comunicaram o fato ao comitê executivo.

"A Uefa pede às associações nacionais e ligas que explorem todas as possibilidades para que sejam finalizadas todas as principais competições que dão acessos aos torneios da Uefa. Mas a Uefa deixa claro que a saúde dos jogadores, espectadores e todos os envolvidos no futebol deve ser a principal preocupação", diz nota divulgada pela entidade.

"O cenário ideal é completar os torneios nacionais, possibilitando aos clubes se qualificarem por seus méritos esportivos no seu formato original. Se isso não for possível por causa de problemas no calendário, seria preferível que as ligas suspensas recomecem com um diferente formato que facilite a classificação pelo mérito esportivo", completa.

Mas a entidade ressalta que mesmo que a liga nacional tenha de ser interrompida, a classificação deve acontecer por mérito. A Uefa avisa que pode vetar equipes que tiveram a classificação vista como "injusta".

À exceção de Belarus, todos os campeonatos nacionais europeus foram interrompidos. A Alemanha colocou o dia 9 de maio como o de possível reinício da Bundesliga, mas tudo vai depender do controle da pandemia.

A reunião do comitê executivo aconteceu por teleconferência, e os integrantes receberam atualizações dos grupos de trabalho da entidade, que examinam cenários possíveis para a volta do futebol até o final de agosto, o que é a prioridade da Uefa.

Existem duas possibilidades, caso isso seja viável: a primeira é que os torneios nacionais sejam finalizados e só depois a entidade continental recomece a Champions League e a Liga Europa. A outra é que as competições aconteçam paralelamente.

A Uefa tenta determinar também protocolos de saúde para o retorno dos campeonatos.

Na reunião foi anunciado ainda o adiamento da Eurocopa feminina do próximo ano para 2022.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.