Título do Barça de Messi sobre Manchester de Ronaldo é destaque da TV

TNT exibe a final da Champions League de 2008/2009, entre espanhóis e ingleses

São Paulo

Com o futebol ainda paralisado em razão da pandemia do coronavírus, a única maneira de ver Lionel Messi em ação é assistindo às reprises dos canais esportivos.

Nesta terça-feira (5), a TNT exibe às 16h a final da Champions League de 2008/2009 entre o Barcelona de Pep Guardiola e o Manchester United de Alex Ferguson, que contava com Cristiano Ronaldo. Com gols de Eto'o e Messi, os catalães venceram os ingleses por 2 a 0, em Roma, e ficaram com o título europeu, o primeiro de Guardiola como técnico na competição.

Lionel Messi comemora o segundo gol do Barcelona sobre o Manchester United em Roma
Lionel Messi comemora o segundo gol do Barcelona sobre o Manchester United em Roma - Christophe Simon/AFP

A goleada de 4 a 0 da Holanda sobre a Argentina na Copa do Mundo de 1974 e a final feminina do Australian Open de 2011 entre Kim Clijsters e Na Li são os outros destaques das reprises desta terça.

Laranja Mecânica atropela a Argentina

O SporTV reprisa às 19h a goleada de 4 a 0 da Holanda diante da Argentina, em jogo válido pela primeira rodada da segunda fase do Mundial de 1974.

Cruyff dribla o goleiro Carnevali para marcar um dos gols da Holanda contra a Argentina na Copa do Mundo de 1974
Cruyff dribla o goleiro Carnevali para marcar um dos gols da Holanda contra a Argentina na Copa do Mundo de 1974 - AFP

Astro da "Laranja Mecânica", Johan Cruyff anotou o primeiro e o quarto gols do triunfo holandês. Ruud Krol e Johnny Rep completaram o marcador. Líder do Grupo A da segunda fase, a Holanda avançaria à final contra a Alemanha, ficando com o vice-campeonato.

Clijsters conquista Australian Open

A ESPN Extra transmite às 21h desta terça a conquista da tenista belga Kim Clijsters no Australian Open de 2011, superando na final a chinesa Na Li por 2 sets a 1, de virada (3/6, 6/3 e 6/3).

Kim Clijsters em ação na final do Australian Open de 2011, contra a chinesa Na Li
Kim Clijsters em ação na final do Australian Open de 2011, contra a chinesa Na Li - William West - 29.jan.2011/AFP

Ex-número 1 do mundo, Clijsters chegou a se aposentar do tênis em 2007, com apenas 23 anos. A tenista, campeã do US Open em 2005, voltou a jogar profissionalmente em 2009 e ainda somou mais três troféus de Grand Slam à sua galeria pessoal: dois títulos no US Open (2009 e 2010), além do Australian Open de 2011, seu último nos principais torneios do circuito.

Em 2020, ela retornou da sua segunda aposentadoria, após mais de sete anos, e jogou duas partidas, em Dubai e Monterrey, antes de o circuito ser interrompido pela pandemia de coronavírus.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.